Faustão
“Domingão do Faustão” demitiu 11 bailarinas (Imagem: Reprodução / Montagem)

Demitida do “Domingão do Faustão”, a bailarina Kamilla Covas foi entrevistada pelo “TV Fama”, da RedeTV!, e se mostrou conformada com a situação. Ela disse que isso faz parte de qualquer trabalho e ainda fez algumas revelações.

“Aproveitem o máximo … Nada é pra sempre”, disse ela para as que continuaram e para as que ainda vão entrar. “Um conselho: não percam a fé e o foco no que elas desejam futuramente e cada uma segue seu caminho”, continuou.

Segundo a moça, algumas demissões foram realmente causadas por estarem acima do peso padrão exigido, confirmando algumas notas que saíram recentemente na imprensa.

“É verdade que tiveram meninas que saíram por estar acima do peso, sim, mas eu não vou divulgar os nomes. Os critérios para ficar no programa do Faustão nem eu sei. É mais renovação de quadro, mudança”, disparou.

“A gente trabalha com a imagem, com o corpo. E a gente tem que estar em equilíbrio. Já teve boatos de meninas gordas, mas foi bom, de alerta. A gente não podia deixar isso prejudicar o nosso trabalho do dia a dia, mas é normal”, falou.

No entanto, ela deixou claro que não sabia o motivo de todas as 11 demissões, ação em massa que pegou muita gente de surpresa. Sobre o apresentador do “Domingão do Faustão”, no entanto, Kamilla rasgou elogios.

“O Faustão é um excelente chefe e você ganha bastante experiência lá. Muitas portas se abrem”, disse. Na sequência, afirmou que não sabe se a decisão de demitir as jovens partiu dele ou apenas da equipe.

“Não sei informar se passa por ele, pela equipe ou pelos dois. É um critério muito oculto”, completou.

Ex-bailarina lésbica desabafa sobre Faustão

Uma das bailarinas dispensadas do “Domingão do Faustão”, Karina Barros disse em entrevista ao “Notícias da TV” que espera que a sua demissão não tenha sido por preconceito.

Ela é lésbica e destacou que a relação era muito boa com o apresentador. “Assim que eu assumi ser lésbica, o Faustão veio falar comigo e disse que me apoiava. Nunca senti preconceito por parte das meninas, nem da produção”, disse.

Apesar disso, ela não descarta a possibilidade de ter sido vítima de preconceito no momento da decisão. “Falaram em renovação do quadro. Espero não ter sido por preconceito”, iniciou. “Mas a gente nunca sabe o que passa na cabeça dos outros”, disse.

Ela tem apenas 21 anos e trabalhou como bailarina durante três dele. Além disso, ela também trabalha como modelo. Na entrevista, a moça disse que já se preparava para uma possível demissão, mas não esperava que seria de tantas pessoas de uma vez só.

“Acontece todos os anos, mas desta vez foi um grupo maior. Claro, que a pessoa fica sem ação na hora de receber a notícia, mas encarei numa boa”, disparou.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos