Ex-contratado da Globo vence processo trabalhista contra a emissora

Globo
Ex-comentarista de futebol da Globo vence emissora na Justiça (Imagem: Divulgação)

Contratado da Globo entre 2011 e 2017, o comentarista Rivelino Teixeira venceu uma ação trabalhista movida contra a emissora carioca após ter sido demitido horas antes de uma transmissão do Premiere de um jogo da Série B do Campeonato Brasileiro.

De acordo com as informações do UOL Esporte, a emissora da família Marinho terá de pagar R$ 200 mil em parcelas para o ex-contratado. A sentença foi anunciada pela 5ª Vara do Trabalho de São Paulo no dia 28 de setembro. Rivelino pedia reparação por não cumprimento de diversas obrigações legais por parte do canal carioca.

Depois da análise de cada caso, a Justiça não condenou a Globo em todos os pedidos feitos pelo ex-funcionário. No processo, entre as alegações do ex-comentarista estão a falta de pagamento de férias e horas extras, a falta de intervalo para repouso ou alimentação, salário baixo na comparação com os colegas de mesma função, e pedido de indenização por constrangimento e assédio moral na demissão.

A Justiça negou que a empresa tenha constrangido na hora do desligamento, mas deu ganho de causa em todos os outros argumentos. Em 17 de outubro de 2017, Teixeira estava em Varginha, no interior de Minas Gerais, para comentar o jogo entre Boa Esporte e Internacional. No hotel, ele recebeu a ligação de um jornalista para confirmar se havia sido demitido. Ele negou, mas logo ligou para o seu superior na Globo por ter visto o seu nome em matérias de sites. O chefão confirmou a demissão e ordenou que ele voltasse para São Paulo para a assinar a demissão.

“Ante o exposto, condenando a ré GLOBO COMUNICACAO E PARTICIPACOES S/A a pagar ao autor RIVELINO JOSE TEIXEIRA as parcelas que constam na fundamentação, que integra o presente dispositivo em sua integralidade”, afirmou o juiz Carlos Eduardo Ferreira de Souza Duarte Saad. “Custas processuais, pela ré, no valor de R$ 400,00, calculadas sobre R$ 200.000,00, valor arbitrado de condenação”, completou.

Procurada pela reportagem, a assessoria da emissora declarou que “não se manifesta sobre assuntos sob judice”. Em maio, o ex-diretor Renato Matte derrotou a emissora carioca no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região e recebeu R$ 200 mil. Foi o primeiro que venceu o canal judicialmente e que fez parte da onda de demissões no esporte do Grupo Globo em 2017.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.