Ex-guitarrista do Charlie Brown Jr detona filho de Chorão e nega “dívida impagável”

Chorão
Marcão disparou contra filho de Chorão (Imagem: Divulgação)

O filho de Chorão, Alexandre Abrão, tem dado declarações polêmicas nos últimos tempos. Após as acusações do jovem, o ex-guitarrista do Charlie Brown Jr., Marcão, se pronunciou dizendo que o rapaz tem uma mentalidade “escrota” e atitude “arrogante”.

O músico fez referência aos últimos acontecimentos envolvendo a banda. Em entrevista recente ao G1, o filho disse que o pai deixou dívida “impagável” com gravadora para comprar os direitos dos outros integrantes. Marcão, porém, rebateu a situação.

“O acerto que a gente fez quando a gente saiu da banda foi em cima de uma dívida que o Chorão tinha de shows com a gente. Tinham diversos shows que a gente não tinha recebido. […] A gente falou: ó, cara, você acerta com a gente os shows que a gente não recebeu’, e aí ele falou: ‘a condição para isso é que vocês autorizem eu seguir tocando com a banda’. Eu falei: ‘tudo bem, tá certo'”, desabafou o músico.

O guitarrista também declarou que Chorão não comprou direito artísticos e autorais de ninguém: “Sou autor das músicas, tenho o direito da minha imagem até hoje, de qualquer produto que for lançado, ou qualquer coisa que vai ser trabalhada. Para isso é necessária a minha autorização; […] Não comprou o direito de ninguém na verdade”.

Marcão também ressaltou que ele e Thiago não estão processando Alexandre, mas pediram a anulação do contrato firmado entre eles para fazer uma parceria na turnê que seria realizada em 2022.

“O Alexandre vem tomando diversas atitudes assim baseado numa mentalidade escrota, egoísta, está sendo muito mal assessorado. Ele acabou de perder uma oportunidade brilhante de fazer uma turnê junto com a gente, de poder participar, por todas essas questões de quem não tem ‘fair play’, de quem não tem coletividade, de quem é arrogante, de quem tem soberba”, disparou.

O que o filho de Chorão disse

Na semana passada, Alexandre Abrão disse que Chorão comprou os direitos da banda dos outros músicos. No entanto, para levantar o dinheiro, o famoso fez uma dívida “impagável” com a gravadora, que, segundo ele, é descontada até hoje.

“O Mainardi, que era presidente da gravadora, falou: ‘Pô, você vai fazer projeto solo o caral**! Tu é o Charlie Brown, tu não é o Chorão’. Aí meu pai comprou dos outros músicos os direitos artísticos, de marca, de imagem. Através disso ele virou o dono da banda”, disparou ele.

Abrão seguiu: “Desde que meu pai faleceu, uma das pessoas que trabalhava com o meu pai falava: ‘O Chorão tem uma dívida impagável com a EMI’. Até hoje essa dívida impagável está aí. A gente paga de pouquinho em pouquinho, porque retém os direitos artísticos. Isso é uma coisa que ninguém sabia”.

Questionado se ele paga a dívida, o filho de Chorão ressaltou: “A EMI simplesmente retém e a gente não vê esse dinheiro. As pessoas falam: ‘Ah, chove dinheiro’. Não é assim”.

“A gente paga todos os problemas jurídicos. Porque o Charlie Brown tem problemas jurídicos da época do meu pai. Tem diversos processos”, declarou ainda.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›