JN
JN vira alvo de ataque da ex-presidente Dilma Rousseff (Imagem: Reprodução / Globo)

O JN virou alvo de ataques da ex-presidente Dilma Rousseff na última quinta-feira (5), após a veiculação de uma notícia envolvendo a absolvição dela, do ex-presidente Lula e de outros integrantes da legenda e uma acusação que ocorreu em 2017.

Para Dilma, emissora carioca age contra a liberdade de imprensa por não divulgar, segundo ela, de forma equânime as notícias do sobre Partido dos Trabalhadores.

Para exemplificar, a ex-chefe do Executivo mostrou a duração das reportagens sobre o PT acusado e, posteriormente, o PT absolvido. “A denúncia feita em set/2017 contra Lula, Dilma e outros militantes, foi noticiada no JN com 4m33s e no Bom Dia Brasil em 8m48s”, lembrou.

A ex-presidente destacou que na época o canal fez da notícia um escândalo de grandes proporções. “Era, então, apenas uma acusação e, como sempre faz quando se trata do PT, a Globo tratou o caso como escândalo”, apontou.

Revoltada com a postura da Globo, ela contou o tempo que durou a notícia da sua absolvição. “Agora que, em sentença proferida ontem, a Justiça nos absolveu da acusação, a Globo foge da notícia: apenas 51s no JN e 47s no Bom Dia. A mentira foi tratada como verdade absoluta e a absolvição foi escondida”, desabafou.

Confira:

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA