Ex-repórter da Globo morre aos 30 anos após complicações da covid-19

Globo
Jomar Bellini morreu vítima da covid-19 (Imagem: Reprodução/ Globo)

Jomar Bellini foi mais uma vítima da covid-19. O jornalista morreu aos 30 anos nesta quinta-feira (1°), em São Roque (SP). O ex-repórter da Globo estava internado na UTI do Hospital São Francisco e chegou a ser intubado. Após 19 dias do diagnóstico, ele não resistiu à doença.

Segundo informações do G1, os familiares afirmaram que Jomar Bellini chegou a ficar estável no último dia 20 de junho e apresentou melhora. O quadro, no entanto, se agravou e os pulmões foram muito afetados pela doença.

O jornalista morava em Sorocaba (SP) e chegou a trabalhar no G1, produtor de reportagem na TV TEM e também como repórter da afiliada da Globo. Nos últimos tempos, ele também teve passagem pela Rádio Ipanema e estava recentemente no Jornal Cruzeiro do Sul.

De acordo com a publicação, Jomar levou o troféu de terceiro lugar do 16° Prêmio Jornalístico ASI/Schaeffler de Direitos Humanos, promovido pela Associação Sorocabana de Imprensa em 2016, com a reportagem sobre um morador de rua que viva dentro de uma lixeira, perto da rodoviária de Sorocaba (SP).

“Um profissional tão jovem, elogiado pelos colegas, vai deixar saudade. Infelizmente, é mais uma vítima dessa doença que tem causado tanto sofrimento. Que Deus abençoe sua família e amigos, e os conforte nesse momento de dor”, disse em nota o presidente da Câmara Municipal de Sorocaba, Cláudio Sorocaba (PL).

No mês passado, o Jornal Nacional prestou uma homenagem a dois funcionários do jornalismo da emissora que morreram de covid-19 nos últimos dias. O momento foi exibido no final do telejornal.

William Bonner começou a falar no assunto: “Nesta semana, o jornalismo da Globo perdeu para a covid dois colaboradores, dois colegas muito queridos por todos nós”.

Um dos colaboradores doo canal é o coordenador de telejornais Davi Maia, que morreu na terça-feira (15) aos 55 anos, dos quais 34 trabalhou na emissora. Ele coordenava o Bom Dia Brasil e o RJTV.

O telejornal também falou sobre o falecimento do editor de imagens Antônio Alves Gomes, o Toninho Asa, aos 59 anos. Na Globo desde 2006, atualmente trabalhava no Jornal da Globo.

“Nossa solidariedade às famílias do Davi, do Toninho e das centenas de milhares de vítimas brasileiras da covid”, declarou Renata Vasconcellos.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›