Exclusivo: Mara Maravilha abre o jogo sobre família e projetos profissionais

Mara Maravilha
Mara Maravilha exaltou o bom momento pessoal, com o marido e o filho, e revelou projetos profissionais em live do RD1 (Imagem: Gabriel Cardoso / SBT)

Com a presença de Mara Maravilha, o RD1 deu início nesta quarta-feira (26) à série de lives no perfil do Instagram. A apresentadora e cantora fez jus à estreia com declarações exclusivas! No campo profissional, Mara tem atuado como criadora. Ela também revelou o desejo de voltar à TV como um programa voltado para o povo e celebrou o novo momento pessoal, ao lado do filho Benjamin e do esposo, Gabriel Torres.

Eu tenho um projeto pro streaming. Mas não como apresentadora… É um projeto meu como criadora e diretora geral, do ramo imobiliário, de corretores. A gente tá trabalhando em cima disso”, adiantou Maravilha, que afirmou ser fã de realities. Ela recordou, inclusive, a participação na oitava temporada de A Fazenda, da Record. A polêmica passagem pela atração não se converteu em prêmio…

Quem sabe um dia o Gabriel [Torres] possa ir pra ‘Fazenda’ e trazer o meu milhão que ficou lá”, brincou Mara Maravilha, revelando ainda o convite de outra temporada do programa e para a atual temporada do Power Couple Brasil, incompatível com o momento família que ela e o marido estão vivendo desde a chegada de Benjamim.

Mara, contudo, vai estar em uma investida do tipo. O Culto da Resistência, que mobilizará artistas do segmento gospel, será produzido em setembro. Será apenas um dia de disputa por carros e R$ 10 mil.

A volta à tela do SBT ainda não está definida. No momento, Maravilha participa das transmissões online do Jogo dos Pontinhos, capitaneadas por Patrícia Abravanel. No caso de um formato exclusivamente seu, a apresentadora cogita viagens pelo Brasil – após a pandemia, claro –, em conformidade com seus negócios; ela vem emprestando sua imagem a empreendimentos como parques temáticos do interior de São Paulo.

Eu gostaria de falar com o povão. O povo mais simples… Eu não faria questão de estar num programa de TV aberta para ‘visitar celebridades’. Eu gosto de conversar com aquela pessoa que tem uma história de superação, de perseverança. Aquela pessoa que já é sucesso, mas ainda está anônima”, completou Mara Maravilha, garantindo que, apesar das cobranças, “não deixa a ansiedade falar mais alto”.

As tais cobranças partem dos fãs. A cantora, aliás, tomou providências quanto ao golpe dado por uma gravadora nos interessados em adquirir reedições dos CDs dela. As encomendas não foram entregues. Mara assumiu um gasto de quase R$ 100 mil e cumpriu o prometido:

O BO é que foi apresentado pra mim um projeto com o relançamento de toda a minha obra fonográfica. E eu cai num golpe! Eu acreditei… Quando fui ver, era um estelionatário. […] Por respeito ao meu público, para não decepcionar o meu público, fiz o que pude de melhor”.

Sobre a família, Maravilha exaltou a importância do processo completo de adoção. “A gente fez todo o processo de adoção com muita ética. Eu segui tudo como a lei determinada, hoje entendo melhor essa burocracia da adoção. […] Psicólogo, assistente social, com análise da estrutura familiar”, salientou.

Quanto à relação com a origem do filho, Mara Maravilha deu uma verdadeira lição. “A genitora dele foi uma benção de Deus, usada pra dar ele de presente pra mim e pro Gabriel. Existe uma genitora, mas eu sou a mãe. Do coração. Ele não nasceu de mim, do meu ventre, mas nasceu pra mim”, ressaltou. Ela ainda confirmou que pretende preservar, o máximo possível, a imagem de Benjamim quanto às redes sociais.

Confira:

MAIS LIDAS

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›