Exclusivo: Pandemia faz Globo mudar esquema de apresentação do Fantástico

Fantástico
Tadeu Schmidt e Poliana Abritta são os titulares do Fantástico (Imagem: Divulgação / Globo)

A pandemia segue obrigando as emissoras a se adaptarem a um número reduzido de profissionais. Com integrantes do grupo de risco em home office, é cada vez mais frequente a utilização de um mesmo nome em diferentes funções, que o diga Cesar Tralli, âncora do SP1, da Globo, e do Edição das 18h, da GloboNews – além de reserva do Jornal Hoje e Jornal da Globo.

Nas próximas semanas algo inédito envolverá o Fantástico. Pela primeira vez o “show da vida” contará com apenas um apresentador, alterando seu clássico formato. Na edição do dia 27 de dezembro, Semana de Natal, Tadeu Schmidt comandará o dominical sozinho. No dia 3 de janeiro, a primeira do ano de 2021, o inverso: caberá a Poliana Abritta a ancoragem do jornalístico, enquanto que o parceiro gozará de merecida folga.

Em razão da crise sanitária, a direção de jornalismo da Globo optou por não escalar substitutos para as duas datas. Procurado, o canal confirmou a informação.

Para futuras folgas ou férias da dupla titular, Maju Coutinho e Márcio Bonfim, da Globo Nordeste, seguem na escala como substitutos oficiais de Poliana e Tadeu. Márcio, inclusive, pode dar as caras no Fantástico no primeiro trimestre do ano, uma vez que Schmidt não se ausentou do programa desde o início da pandemia – Abritta foi substituída por Maju em algumas ocasiões.

Esta coluna do RD1 havia recebido a informação de que Aline Midlej e Helter Duarte, com base no Rio de Janeiro, seriam os substitutos dos titulares tão logo surgisse a necessidade. A escala envolveria puramente a decisão de não recorrer a profissionais de outras praças, como Maju (São Paulo) e Márcio (Recife), uma vez que o Fantástico é produzido e apresentado direto da Cidade Maravilhosa.

Como a Globo analisa com cautela a chamada “segunda onda” de contaminação, a possibilidade de Aline e Helter se revezarem com Poliana e Tadeu não foi descartada. Tudo dependerá do avanço da Covid-19.

A medida não seria inédita, uma vez que a direção de jornalismo passou a recorrer a profissionais do Rio para a reserva do Bom Dia Brasil e Jornal Nacional, enquanto limitou os noticiários paulistas, como o Jornal Hoje e Jornal da Globo, a âncoras de São Paulo.

Com isso, Mariana Gross, Ana Luiza Guimarães, Flavio Fachel, Ana Paula Araújo, André Trigueiro, Monica Teixeira e Helter Duarte passaram a ser figurinhas frequentes nas bancadas. O Fantástico vinha sendo a única exceção com as viagens de Maju Coutinho.

João Paulo Dell SantoJoão Paulo Dell Santo
João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email jpdellsanto@rd1.com.br.
Veja mais ›