Fábio Assunção encanta a web ao mostrar registros da filha recém-nascida

Fabio Assunção
Fábio Assunção mostra lindos registros da filha mais nova (Imagem: Reprodução / Instagram)

Fábio Assunção encantou os seguidores ao compartilhar uma sequência de registros da filha recém-nascida, Alana Ayó. Em uma das fotos a pequena aparece nos braços da irmã Ella Felipe, de 9 anos.

Uns pedaços desse sábado, 24° dia de Alana Ayó. Um pouco da gente“, disse o ator na postagem feita no Instagram. Logo em seguida, fãs e amigos do artista elogiaram a publicação. “Eu amei esse nome! Linda família! Linda neném“, afirmou Tatá Werneck. “Que lugar lindo“, destacou a apresentadora Fátima Bernardes.

“Cara, torci tanto por você. Que bom te ver feliz e realizado”, enfatizou um admirador. “Que família linda. Aproveite muito esse momento”, complementou outro.

Em conversa com o UOL, Fábio Assunção celebrou o nascimento de Alana. “É maravilhoso ter uma filha em 2021, já vejo nela que vão ser outras discussões, outro mundo“, opinou o artista.

Na mesma época, o galã também celebrou a fase atual da vida. Casado com a advogada Ana Verena, ele emagreceu 27 kg em cinco meses e intensificou sua rotina de exercícios, o que acabou melhorando o seu humor.

Fiquei mais ativo. A testosterona aumenta e a ansiedade diminui. Atividade física deixa a gente alegre, sem ficar eufórico, sente-se triste, mas não deprimido, fica com raiva, mas não sai quebrando tudo”.

Na série Onde Está Meu Coração, disponível no Globoplay, o ator vive o pai de uma personagem com dependência química. Para ele, que também teve que lidar com a doença, trazer o tema à tona na televisão é de suma importância.

As famílias precisam discutir esse tema. O que mais agrava o dependente químico é o silêncio e o estigma. Também devemos refletir sobre como a sociedade contribui, por meio de ganhos financeiros, na manutenção da dependência química. O usuário é colocado num palco, mas, nos bastidores, existe a sua construção”.

Antes de iniciar a pandemia, Fábio Assunção começou a gravar a série Fim, baseada no livro homônimo de Fernanda Torres. Para ele, entretanto, aquilo era na realidade um recomeço.

Dá para brincar com os trocadilhos: a série se chama ‘Fim’ e eu comecei gravando o velório do meu personagem. Voltaria em 20 dias e veio a covid-19. Já estava no processo de perda de peso com o Chico Salgado (personal trainer) e a Adriana Tannure (nutricionista), buscando a estética que serviria ao Ciro, que morre de câncer”, contou.

Confira:

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›