Fala contra gays faz Sikêra Jr perder acordo com empresa odontológica

Sikêra Jr
Sikêra Jr perde mais um acordo financeiro após atacar gays (Imagem: Reprodução / Globo)

Sikêra Jr perdeu mais um contrato com um anunciante graças ao seu comentário contra a comunidade LGBTQIA+ durante o Alerta Nacional da última sexta-feira (25). Revoltado com uma propaganda do Burguer King, ele chamou gays de “raça desgraçada”.

Após pressão do grupo Sleeping Giants, a Sorridentes, que aparecia diariamente no Alerta Nacional e pagava mensalmente ao apresentador R$ 60 mil, anunciou a sua saída do programa e o fim do acordo comercial com o jornalista.

Ao Notícias da TV, a empresa odontológica explicou que “rompeu o contrato por conta das últimas citações do apresentador que ferem diretamente as convicções da marca”.

“A Sorridents, uma empresa que nasceu com o propósito de cuidar das pessoas e dos sorrisos dos brasileiros sem nenhum tipo de distinção, vem a público esclarecer que rompeu o contrato com o Programa Alerta Amazonas/Nacional e o apresentador Sikêra Jr. por conta das últimas citações do apresentador que ferem diretamente as convicções da marca, que é feita de gente que cuida de gente e que preza a todo momento pela igualdade e diversidade em todas as situações”, declarou em nota.

Quem também despertou após o barulho da internet foi a Seara Alimentos, que retirou o seu investimento da RedeTV!/TV A Crítica. “A Seara agradece o alerta e reforça que valoriza a diversidade e não tolera nenhuma forma de discriminação ou preconceito. Retiramos a veiculação publicitária do programa na TV, no dia 09/06, e bloqueamos os anúncios automáticos no ambiente digital ligados ao apresentador”, expôs a marca.

Empresas como a MRV Engenharia, Ultrafarma, Caixa, Tim, entre outras marcas, retiraram os seus produtos do Alerta Nacional/Amazonas após o comentário homofóbico de Sikêra Jr.

“Vocês precisam de tratamento! Que tara é essa de pegar as crianças do nosso Brasil?”, questionou o apresentador após a propaganda da empresa de fast food. “A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é podre, nojento”, disparou. “Isso não é conversa para criança. O cara que criou essa campanha é um vagabundo. Nojo de vocês. Isso é pedofilia e abuso infantil”, acusou.

Confira:

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›