Fãs publicam vídeo íntimo de Geisy Arruda que foi barrado pelo Instagram

Geisy Arruda voltou a causar na internet (Imagem: Reprodução / Instagram)

Geisy Arruda tem dado o que falar nas redes sociais por conta do seu jeito extravagante de se comunicar com o seu público alvo, que é acostumado a ser bem servido com fotos ousadas.

Porém, o Instagram acabou pegando no pé da influenciadora digital e está sempre apagando suas publicações. Seus fãs, todavia, fazem questão de repostar quantas vezes for necessário.

Em um perfil formado pela sua fanbase, Geisy Arruda aparece em fotos ainda mais ousadas que a da sua conta e, em uma das mais recentes, ela chegou a mostrar seu bumbum todo de fora.

Rebolando como se não existisse amanhã, a artista conquistou quase 5 mil curtidas na página alternativa e acumulou elogios. Recentemente, Geisy Arruda falou sobre o início de sua carreira.

A jornada teve início muito antes da onda do cancelamento no Brasil e ela se auto intitulou como percursora de tudo isso há mais de dez anos, quando deu início à jornada do seu legado.

Em entrevista à Quem, ela relembrou os seus 19 anos de idade, quando foi hostilizada por toda a faculdade e nas redes sociais, precisando deixar o local escoltada.

O caso tomou proporções gigantes em 2009 e ela foi parar em vários programas de TV, aproveitando a situação para ganhar fama. Hoje, aos 31 anos, ela continua colhendo os frutos:

“Costumo dizer que inventei o cancelamento. Fui cancelada 11 anos atrás por usar uma roupa curta em uma faculdade. Eu lido com os haters desde que me entendo por gente. O dia em que todas as pessoas me amarem, acho que não vai ter muita graça. Os haters me fizeram uma mulher independente e empoderada. São um mal necessário”. 

“Quando você se torna uma pessoa pública, isso te remete a coisas boas, você consegue bons cachês e trabalhos. A visibilidade, quando bem usada, pode ser positiva e lucrativa”, disparou.

Hoje, ela ganha a vida escrevendo contos eróticos e revelou: “Eu costumo brincar que acordo e durmo pensando em p*tar*a. Tenho um olhar clínico, vejo algo e digo: ‘gente, isso renderia uma boa p*tar*a”. E completou:

“Desde uma praça a um restaurante, uma esquina a uma árvore um pouco torta. Gosto de histórias picantes, umas são inventadas, outras são reais, de vivências minhas. E eu ganho dinheiro com isso. É divertido trabalhar com o que você gosta. As coisas ficam mais fáceis e a vida mais leve quando você fala e gosta de sexo”.

Mesmo assim, ela garantiu que ainda não é rica: “Tenho dois apartamentos e um dinheiro guardado. A pandemia [da Covid-19] já mostrou que ter muito dinheiro não é sinônimo de ter saúde, paz e ser feliz”.

“Então, eu prefiro ter o necessário para fazer as coisas que gosto, estar com as pessoas que amo, viajar, comer as comidas que quero. Riqueza pra mim hoje é ter saúde”, completou.

Confira:

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›