A Fazenda
Em A Fazenda 2019, peões abrem cápsula do tempo e conferem os próprios depoimentos (Imagens: Divulgação – Record / Montagem – RD1)

Para aqueles que estejam mais desinformados, a “Cápsula do Tempo” foi uma atividade proposta pela produção de A Fazenda 2019 no começo do programa. Nos primeiros dias, os peões precisavam fazer promessas quanto ao futuro do jogo, palpitar quem seria o melhor amigo e o vilão, além de imaginarem quem iria para a final com eles.

Saiba tudo o que acontece em A Fazenda 2019 clicando aqui

Diego Grossi prometeu ser mais humano e não ir para as roças, pôs Guilherme Leão como amigo e finalista, além de Rodrigo Phavanello como vilão. Sobre escolher o ex-metroviário, se explicou: “Guilherme tinha muita proximidade comigo, não tinha separado os grupos, nem nada. Ele foi um cara legal comigo nos primeiros dias“.

Acerca de suas promessas, foi direto: “Não queria ser o vilão. Não sou mau, na verdade. Acho que eu senti mais esse reality, eu sofri mais, tive mais sentimentos seja de tristeza ou alegria, euforia… Então o que está ali, eu consegui cumprir“. Quanto a Rodrigo, afirmou que errou na previsão.

Hariany Almeida, que já veio de outro reality em 2019, prometeu: “Se esforçar pra conseguir tudo que tem em mente, não ter corpo mole e nem desistir fácil das coisas“. Sobre escolher Tati Dias como melhor amiga, se justificou: “A gente subiu junto e desde então não parou de conversar“.

A peoa também foi citada para ir à final junto com Drika Marinho, mas a ex-BBB confessou que trocaria a primeira eliminada da temporada por Thayse Teixeira. Phellipe Haagensen a beijou sem seu consentimento e antes disso já havia levado o rótulo de vilão por Hari, que acrescentou: “Eu senti que ele me olhou meio torto desde o início, quando eu tentei me entrosar com ele e ele não deu muita moral“.

Lucas Viana já foi mais simples nas promessas: “Ser eu mesmo e não fugir da minha índole“. Escolheu Tati Dias como vilã e nesse domingo (1) relembrou uma discussão por causa da cama: “Me assustou o modo que ela falou. Eu não queria criar confusão, só falei, porque ela colocou minha jaqueta ali. Foi agressiva, me assustei“.

Apostou em Guilherme como melhor amigo e escolheu Hariany como sua companheira da final, deixando os colegas em euforia. A peoa se surpreendeu: “Ele nunca me falou isso“.

Rodrigo Phavanello cravou: “Ser verdadeiro e nem irei fazer fofocas“. Ao se ouvir, disparou: “Chego e falo na cara o que eu acho“. O ator explicou a razão de Diego como vilão e explicou que sua percepção mudou: “No meio de tanta gente reunida, vi o Diego todo ‘bad boy’ e pensei: ‘esse cara vai dar trabalho’. Acabou sendo um grande amigo aqui dentro“.

O peão também acreditava em Hariany como finalista a seu lado: “Não acompanhei o reality seu, porque acreditei que você viria com muita força aqui dentro por causa dos seus seguidores, com seu público do outro reality“. Sobre Viny Vieira como melhor amigo, elogiou o humorista: “Fui com a cara dele logo de início, foi o primeiro cara que eu troquei ideia aqui“.

Sabrina Paiva foi a última a ouvir o que falou: “Fazer todas as atividades e não irei brigar muito“. Bifão, Lucas, Drika. A ex-miss imaginava Drika Marinho como finalista pelo seguinte motivo: “Ela chegou conversando com todo mundo, não vi ela deixando de puxar assunto com ninguém“.

Por ter colocado Bifão como melhor amiga, a peoa declarou: “Ela foi um amor. Eu olhei pra ela, ela olhou pra mim e a gente não parou de conversar“. Também voltou a citar a treta entre Tati e Lucas, para explicar o porquê de Lucas como vilão: “Eu achei muito estranho ele chegar falando da cama. Ele não foi educadinho, não, foi muito seco“. Por fim, se disse surpresa por ter chegado longe: “Isso aqui foi um grande desafio. Eu não esperava que fosse ficar entre os cinco“.

Confira:

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos