A Fazenda 2021: Rico abre o jogo sobre a própria depilação em momento de zoeira

A Fazenda 2021
Rico abre o jogo sobre a própria depilação em momento de zoeira em A Fazenda 2021 (Imagem: Reprodução / PlayPlus)

Rico Melquiades e Aline Mineiro estavam no tédio, na sede de A Fazenda 2021, e resolveram embarcar numa zoeira de um tentar tirar a roupa do outro. O peão ficou quase nu e abriu o jogo sobre a própria depilação, ao implorar para não ficar como veio ao mundo.

Saiba tudo sobre A Fazenda na cobertura do RD1

Tudo começou com Rico baixando a saia da ex-panicat, num momento de distração, mostrando a calcinha dela. A confinada foi rápida na revanche, “prendeu” o amigo na cama e abriu sua bermuda.

Veja Também

O humorista provocou: “Vou mostrar o ‘priquito’ dela. Quer ver, gente?”. Depois, ele quase implorou para que Aline não o deixasse pelado e ela respondeu: “Você não queria confusão? Agora a minha confusão é séria, é ‘bilola’ para fora, amor”.

Amiga, eu tô peluda. É sério. Eu vou fazer uma coisa pra você. Quer doce?”, continuou Rico Melquiades, barganhando por piedade. A namorada de Leo Lins já anunciou sua vingança: “Eu vou te pegar sabe qual hora? A hora que você nunca imaginar”.

O ex-MTV quis ao menos estar sem pelos nas partes íntimas: “Me deixa me depilar porque tá feia pra pagar nudes”. Aline Mineiro nem quis saber: “Acho melhor você se depilar em breve”.

O ex-fazendeiro se justificou: “Eu nem mostrei a bunda dela. Ela mostra direto assim”. A paulista se mostrou “nem aí” e voltou a puxar a bermuda do parceiro de jogo, que implorou: “Amiga, eu tô peluda. Amiga, é sério”. Aline esfregou os seios no rosto de Rico, de brincadeira, e ele reagiu: “Sai, que nojo. Eca”.

E a sexualidade do peão?

Depois de contar que seu pai era alcoólatra, o alagoano revelou que tem intimidade com a matriarca da família até para falar de sua sexualidade:

A gente teve que se unir. Somos muitos íntimos. A gente conversa sobre sexo, eu conto quando fiquei com um cara. Eu sou viado desde que nasci. Ela nunca me recriminou por nada, por eu ser gay. Ela nunca reclamou ou me olhou torto. Ela sempre me apoiou”.

Emocionado, quase chegando a chorar, o ex-MTV explicou como chama sua mãe e riu ao lembrar de como ela o defendeu da homofobia nas ruas:

Eu não chamo ela de mãe, chamo ela de Poder, porque ela é meu poder, sempre me defendeu. Quando o povo me chamava de ‘viado’ na rua, ela ia brigar com o povo, ia bater boca mesmo. Ela é bem barraqueira”.

Confira:

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTQIA+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›