Felipe Neto se nega a falar o que pensa do DJ Ivis, revela o motivo e comenta agressão

Felipe Neto
Felipe Neto revela ataques cruéis de eleitores de Bolsonaro (Imagem: Reprodução / YouTube)

Felipe Neto usou o seu perfil do Twitter, nesta segunda-feira (12), para se posicionar sobre o DJ Ivis, que é acusado de agredir a ex-companheira, Pamella Holanda. O youtuber, porém, preferiu se negar a falar o que pensa do músico, mas mandou o seu recado.

“Não posso falar o que penso desse DJ Ivis sem ser processado. Mas posso falar pra quem tá seguindo esse cara: Vocês são o exemplo de tudo que deu errado nessa bosta desse mundo”, disparou o famoso, fazendo referência ao crescimento das redes sociais do paraibano.

Felipe Neto ainda disparou: “Em briga de marido e mulher se meta. Faça tudo que for possível, proteja a mulher. Porr* coisa mais óbvia do inferno”.

Mais cedo, Pocah e Stéfani Bays ficaram indignadas com o caso de agressão do DJ Ivis contra Pamella Holanda, sua ex-esposa. No Twitter, a cantora e a influencer falaram sobre o assunto. A funkeira postou um print do perfil do Instagram do DJ e mostrou seu choque com o aumento do número de seguidores que ele teve após a repercussão do assunto.

“Tem provas em vídeo que o cara espancou a mulher e o cara tá lá ganhando seguidores!!! A primeira vez que vi hoje tinha 700 e poucos mil. Inacreditável”, escreveu Pocah.

“DJ IVIS VOCÊ NÃO É VÍTIMA VOCÊ É UM COVARDE! não adianta ficar tentando justificar a agressão a sua mulher. Está gravado!”, completou a ex-BBB.

No seu perfil, Stéfani Bays, que até retuitou uma das publicações de Pocah sobre o assunto, disparou: “Nesse exato momento REMOVENDO TODAS AS MÚSICAS do lixo do DJ Ivis da minha playlist!“.

Solange Almeida também deu sua opinião sobre o caso. “Eu estava aqui vendo as últimas notícias, tudo o que aconteceu nas últimas horas e eu confesso para vocês que eu estou impressionada com o número de mulheres que tentam denegrir e achar culpa na outra mulher. É impressionante”, disparou a famosa.

A forrozeira seguiu: “Onde a gente vai parar? Acho que é por isso que a violência contra a mulher no nosso país só aumenta, porque a mulher é para segurar a mão da outra, não para condenar. Nada justifica a agressão contra a mulher”.

“Eu confesso que estou estarrecida com a postura de algumas mulheres. Sabe por que eu digo isso? Porque no passado eu já sofri violência doméstica. Eu já apanhei muito, já levei muito chute, tive que cantar com mãozada na cara. E eu denunciei. Não é fácil denunciar. Você se sente um lixo, mas é preciso denunciar”, desabafou Solange Almeida, revoltada.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›