Felipe Titto revela benefício poderoso de trabalhar na Globo

Felipe Titto
Felipe Titto revela benefício poderoso de trabalhar na Globo (Imagem: Reprodução / Instagram)

Seja contratado ou recebendo por obra, Felipe Titto já trabalhou na Globo em produções entre os anos de 2004 e 2020, em papeis marcantes como Malhação e a recente A Dona do Pedaço. Sem vínculo com a emissora, o galã tatuado revelou um grande benefício dessas aparições no canal.

Além de ator e apresentador, Titto também é sócio de empreendimentos como construtoras, além de publicidade para marcas renomadas. Em entrevista ao canal de Rafinha Bastos no YouTube, o famoso entendeu que esse é uma grande vantagem que conseguiu:

Me ajuda muito [nos negócios]. É uma potência absurda e incontestável. Você viu o [Marcos] Mion agora? A felicidade do bicho? Está parecendo uma criança de 5 anos, com toda a história que ele tem. Ele está brilhando. É um cara que merece. Vai lá, vai tirar onda! Eu sou muito grato. Muito, véio. Sou grato, fui muito grato e vou ser muito grato por tudo”.

Depois de citar a alegria de Marcos Mion, ao assumir o Caldeirão, como exemplo, o artista confirmou a sua gratidão ao tempo que passou na Globo:

Mudou minha vida. A oportunidade bate na porta mas não gira a maçaneta. Eles me deram oportunidade lá e eu abracei. Isso, de fato, acelera muito o meu game, meu business. Eu falo com pessoas que provavelmente eu não teria acesso”.

Focando um pouco mais nas novelas que já atuou, Felipe Titto apontou a cena mais o deixou tenso em sua carreira artística, ao lado de grandes colegas de profissão:

Eu falava: ‘Estou suando na mão, velho, de pingar?’. O que está acontecendo? Estou nervoso nesse nível? Eram Antonio Fagundes, Othon Bastos, Susana Vieira, Rosamaria Murtinho, Paolla Oliveira, Malvino Salvador, Mateus Solano, Bárbara Paz. Eu gritava: ‘Para’. Eu era o mordomo da casa, em Amor à vida”.

O ator explicou o quão significativo foi para ele a trama de Walcyr Carrasco, que foi ao ar entre 2013 e 2014, e a honra de dividir tela com todos esses nomes:

Eu pensava: ‘Mano, estou fazendo uma cena. E não é só uma cena. Estou mandando toda a galera fazer figuração de luxo para mim! Essa galera dinossáurica’. Não só estar no mesmo lugar que esses caras, mas eles saberem quem eu sou é muito doido”.

Confira:

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›