Fernanda Machado fala sobre gestação na quarentena e descarta retorno às novelas

Fernanda Machado
Fernanda Machado fala sobre a importância do isolamento na quarentena (Imagem: Arquivo Pessoal)

Há 5 anos morando na cidade de Santa Bárbara, na Califórnia (EUA), Fernanda Machado encara os desafios da sua segunda gravidez em meio à pandemia do novo coronavírus, que só no estado norte-americano fez cerca de 1000 vítimas fatais.

Isolada e sem receber visitas da família, a atriz conversou com o RD1 sobre como tem encarado os momentos finais da gestação do Leo, fruto de seu relacionamento com o empresário Robert Riskin, e admitiu a possibilidade de realizar o parto em casa, embora dependa também de sua placenta prévia melhorar, já que do contrário a cesária será a única opção.

Longe das novelas desde Amor à Vida (2013), Machado, que gravou recentemente no Brasil a segunda temporada da série Impuros, produzida pela Fox, descarta a possibilidade de voltar a atuar no gênero que a consagrou na TV – a atriz ficou marcada por personagens como a Dalila de Alma Gêmea (2005) e a Joana de Paraíso Tropical (2007).

Confira a entrevista na íntegra:

Você recebeu muito carinho nas redes sociais e ouviu relatos de outras mães que também tiveram placenta prévia. Como foi esse apoio?

Foi ótimo. Além de receber o carinho que me confortou muito, muitas mães que já passaram pelo mesmo problema me contaram suas histórias e mesmo no meio de dificuldades e desafios, todas tinham um final feliz pra contar, e isso me encheu de esperança.

A situação da pandemia do coronavírus nos EUA é ainda mais crítica do que no Brasil. Como está sendo a sua quarentena? Quais cuidados está tomando?

Estou tomando todos os cuidados possíveis pelo fato de estar grávida. E acho que o maior e mais efetivo cuidado de todos é o isolamento. Estamos há mais de 30 dias trancados em casa, não saímos para absolutamente nada. E ninguém entrou aqui em casa também. Vamos seguir com o isolamento total até essa situação se resolver.

Você também tem ajudado outras mães, com informações sobre como enfrentar a gravidez neste momento de crise. Como está sendo o retorno?

O retorno tem sido maravilhoso. E as me escrevem contando suas preocupações e dúvidas e vejo que estamos sentindo exatamente as mesmas coisas. E mais uma vez perceber que não estamos sozinhas é sempre um alento pros nossos corações.

Fernanda Machado
Fernanda Machado pensa na possibilidade do parto em casa, mas só será possível se a placenta prévia melhorar (Imagem: Arquivo Pessoal)

Você está com medo de ir ao hospital para fazer o parto? Chegou a pensar em outra alternativa?

Não estou com medo, porque acho que o medo nos paralisa, mas estou preocupada. Tenho uma doula que também é midwife/parteira, pensamos em ter um plano B, de um parto domiciliar, caso o hospital estiver um caos em junho quando o bebê chegar. Mas graças ao lock down, parece que o vírus está mais controlado aqui na minha cidade, o hospital ainda parece estar tranquilo por aqui, temos poucos casos na cidade e espero que continue assim. Pois se a minha placenta prévia não melhorar vou precisar de uma cesárea.

Você chegou a receber convites para voltar às novelas e teve que recusar. Trabalhos mais longos no Brasil estão descartados? Sente falta de gravar novela?

Recebi convites sim, mas novela leva uma média de 12 meses gravando e morando aqui nos EUA, passar esse tempo todo no Brasil fica inviável pra mim. Mas estou sempre aberta para projetos mais curtos de 2 ou 3 meses como séries e longas.

Como foi a experiência de fazer parte de Impuros? A série fez bastante sucesso na Fox…

Me apaixonei pelo roteiro logo de cara, a personagem é ótima, o elenco incrível e sempre tive vontade de trabalhar com os diretores. Tenho muito orgulho de ter feito a série!

Tem acompanhado as produções brasileiras?

Confesso que não vejo TV há algum tempo. Fiquei anos sem ver noticiário, e agora por conta do vírus me vi forçada a voltar a ver um pouco do noticiário, por estar grávida me senti na obrigação de saber melhor tudo que está acontecendo. Mas há muito tempo minha rotina favorita depois do Lucca dormir, é ler um livro!

CONTINUE LENDO →

Daniel Ribeiro cobre televisão desde 2010. No RD1, ao longo de três passagens, já foi repórter e colunista. Especializado em fotografia, retorna ao site para assinar uma coluna que virou referência enquanto esteve à frente, a Curto-Circuito. Pode ser encontrado no Twitter através do @danielmiede ou no danielribeiro@rd1.com.br.