Filhas de Samara Felippo são vítimas de racismo e atriz desabafa

Samara Felippo
Samara Felippo fez desabafo após receber mensagens racistas no Instagram (Imagem: Reprodução / Instagram)

Após mostrar os novos cortes de cabelo das filhas Alícia e Lara, Samara Felippo recebeu comentários racistas de uma internauta contra as meninas de apenas 12 e 8 anos.

No Instagram, a atriz compartilhou as mensagens que foram enviadas para ela e fez uma reflexão. “GATILHO‼️ Leiam o texto! Olhem essas frases, como bate em você? Não quero linchamento, apenas reflexão”, iniciou a famosa.

Na publicação, a artista mostrou que a internauta enviou: “Cabelo horrível. Bota alisante nisso. Não sou fake não, sou realista. Cabelo de suas filhas são horrorosos. Tem que alisar esse cabelo”.

Na sequência, Samara continuou: “Não adianta você simplesmente dizer que não é racista. É preciso pensar e agir. Imaginem quantas crianças pretas sofrem todos os dias, deixam de estudar, machucam seu coro cabeludo pra alisarem os cabelos, se odeiam e crescem cheias de dores e traumas. Comecei meu trabalho como ativista nas redes sociais sem saber nada, comecei meio que num baque de ódio por minha filha querer alisar o cabelo aos 7 anos pra se encaixar na turminha de amigas brancas da escola”.

A atriz, que é branca e tem o cabelo liso, contou como foi vivendo esse processo para ajudar as filhas: “Fui me desconstruindo a cada dia, a cada descoberta e uma delas foi o quanto cresci racista. Nessa reeducação, fui procurando, estudando e aplicando em casa com minhas filhas”.

“Mas você branco não precisa ser pai ou mãe de uma criança preta para começar a agir. Através do @muitoalemdecachos , um canal que criei no YouTube com elas (parado por enquanto), criamos muito conteúdo lindo e representativo para que elas passassem a se amar e amar seus cabelos, porque situações racistas iriam chegar”, declarou.

Acredito que existem muitas formas de combater o racismo, a 1º é nomear, RACISMO, ele existe e é um fato, a 2º é brancos reconhecerem seus PRIVILÉGIOS e a 3º pra mim, dentro da minha história é a REPRESENTATIVIDADE positiva, não só para crianças pretas se reconhecerem e entenderem que seus cabelos, traços e raízes são sinônimos de beleza mas para que crianças brancas cresçam com a normalização de corpos pretos ocupando espaços relevantes, de destaque por toda a sociedade”, pontuou a atriz.

E na minha jornada os cabelos foram o que mais me ajudou a elevar a autoestima, a sensação de pertencimento e empoderamento das minhas filhas. É muito significativo o que o cabelo representa na ancestralidade de uma criança preta. Essas não são as primeiras e nem serão as últimas frases que lerei ou que elas terão que lidar”, afirmou Samara Felippo, que teve Alícia e Lara com o jogador de basquete Leandrinho, seu ex-esposo.

“Fica aqui minha reflexão pra você branco que me segue: Como reconhece e o que faz numa situação racista? A escola de seus filhos tem uma educação antirracista? O que você acha que ainda reproduz mergulhado dentro da sua bolha branca?”, questionou.

MAIS LIDAS

Carol Bittencourt
Caroline Bittencourt é jornalista, pós-graduada em Comunicação e Design Digital. Atua como redatora e produtora de conteúdo para redes sociais.
Veja mais ›