Filho de Bolsonaro detona novo Superman e Robin bissexuais em histórias

Eduardo Bolsonaro
Eduardo Bolsonaro criticou a ideia de colocar o novo Superman e Robin bissexuais em HQs (Imagem: Reprodução)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) usou o seu perfil do Twitter para desabafar sobre a revelação de que a HQ do novo Superman colocará o protagonista se assumindo bissexual. O político aproveitou e lembrou que uma nova edição de quadrinho colocou Robin também falando de sexualidade.

“Chegou o dia em que é obrigatório! Para ser aprovado pelo establishment midiático é preciso pagar um pedágio, eles querem decidir por você e ditar o monopólio das virtudes”, disparou o político.

O filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ainda disparou: “Vários desses super-heróis inspiram adolescentes e crianças. Mas o problema é o garoto de policial, né?”. Ele fez referência à polêmica em que o chefe do Executivo apareceu com uma criança no colo segurando arma.

Num outro post, Eduardo Bolsonaro afirmou: “A intenção não é democratizar os super-heróis ou tornar o mundo mais tolerante, é o contrário: destruir a masculinidade dos mais tolerantes para dominar estes cordeiros e instigar o ódio nos resistentes para poder acusá-los de homofóbicos e depois a esquerda se dizer protetora dos gays”.

Conforme informou o RD1, a DC Comics anunciou nesta segunda-feira (11) que o novo Superman assumirá ser bissexual em um quadrinho lançado em breve.

Filho do Superman clássico, Clark Kent, com Lois Lane, o herói Jonathan Kent revela ser bissexual na nova edição da série Superman: Son of Kal-El. A edição será publicada digitalmente em 9 de novembro.

A HQ narra os conflitos do personagem enquanto super-herói e também a sua jornada de autodescobrimento. A ideia da empresa é fazer do herdeiro de um dos heróis mais importantes do mundo dos quadrinhos um símbolo da representatividade do LGBTQIA+.

Além de se assumir bissexual, Jon tem uma posição política mais clara do que os super-homens antecessores. Ele já combateu incêndios florestais causados pela crise do clima, impediu um tiroteio num colégio e protestou contra a deportação de refugiados em Metropolis, sua cidade natal fictícia.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›