Filho de Chorão erra as contas e diz que pai torcia por Rayssa Leal

Rayssa Leal
Alexandre Abrão cometeu gafe ao dizer que pai torcia por Rayssa Leal (Imagem: Reprodução – Instagram – COB/ Montagem – RD1)

O assunto do momento é a conquista de Rayssa Leal, a Fadinha, medalhista de prata pelo skate na Olimpíada de Tóquio. O filho de Chorão (1970-2013), então, usou o seu perfil do Instagram para comemorar o segundo lugar da menina de 13 anos, mas cometeu uma gafe.

Alexandre Abrão declarou que o pai já via a atleta andar de skate e “falava que ela ia longe”. No entanto, o músico morreu em março de 2013, enquanto Rayssa, que nasceu em 2008, começou a praticar o esporte apenas aos seis anos, em 2014.

“Meu pai via essa menina andar de skate na internet e falava que ela ia longe… Olha a Rayssa nas olimpíadas”, escreveu o filho de Chorão no Instagram.

Rapidamente, o assunto deu o que falar no Twitter. Diante da repercussão, Alexandre Abrão apagou a homenagem que tinha feito a Rayssa Leal associando ao nome de Chorão, e tentou se explicar.

“Ok, vamos lá: parece que eu não sei fazer contas e que faço tudo para aparecer. Isso não muda o fato de que a pessoa em questão (Chorão) estaria pulando feito um louco com a conquista de uma garotinha de 13 anos. Já foi (o erro), esqueçam”, declarou ele.

Chorão e as músicas do Charlie Brown Jr., cabe lembrar, dão motivação para Rayssa Leal. A maranhense já revelou que o roqueiro não sai de sua playlist.

Inclusive, o perfil oficial do grupo de rock comemorou as vitórias dos skatistas brasileiros na Olimpíada. “Que final de semana para o skate brasileiro! Valteu, Rayssa! Valeu, Kelvin!”, comentou a página.

Confira a repercussão:

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›