Fim do Sem Censura e transmissões com Bolsonaro derrubam audiência da TV Brasil

TV Brasil
Vera Barroso e Bruno Barros, apresentadores do Sem Censura;  fim do tradicional programa da TV Brasil é apontado como um dos motivos pela perda de audiência da emissora (Imagem: Divulgação / TV Brasil)

A audiência da TV Brasil despencou quatro posições em relação ao último ano. A emissora pública fechou 2020 em 14º lugar no ranking ante a décima posição que ocupou em 2019. Os dados são do Painel Nacional da Televisão, divulgados pela coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo. 

Os números são apontados como a pior colocação dos últimos três anos do canal.

De acordo com a publicação, a queda pode estar relacionada com a transmissão, através da EBC, de vídeos de formaturas militares, nas quais o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) esteve presente como um dos convidados. 

Outro motivo para a perda de público é o fim do programa Sem Censura, cancelado em novembro. Por ser uma tradição na TV, o fato do formato sair do ar teria feito o público se afastar do canal.

Existe, no entanto, o projeto do programa retornar à programação; ganha força o boato de que Leda Nagle, que comandou a atração por duas décadas, seja vista como um dos nomes para a reformulação da produção.

Apoiadora declarada do presidente Jair Bolsonaro, a mãe do ator Duda Nagle apareceu na lista dos nomes ventilados para a produção da atração, que será repaginada para a próxima temporada.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›