Tony Ramos dá bronca em Bolsonaro e diz que ele deve ser o funcionário do povo

Tony Ramos
Tony Ramos repreende Bolsonaro (Imagem: Reprodução – Globo – Instagram / Montagem – RD1)

Sempre reservado em suas posições políticas, Tony Ramos expressou sua opinião sobre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e deu uma bronca na postura do atual governo combate à pandemia e em seu discurso contra a ciência e antivacina.

Em entrevista à revista Crusoé, o contratado da Globo lamentou a posição do presidente sobre os assuntos. “Lamento muito. Foi eleito pelo voto, isso é democracia. Mas ele é funcionário do povo e não deve decidir com base em seu gosto pessoal”, reclamou.

Para Tony Ramos, o presidente Bolsonaro “tem que conversar com a ciência e ver o que é fundamental” para o país. O veterano revelou sua ansiedade pela vacina e para que todos sejam imunizados o mais brevemente possível:

“Estou esperando ansiosamente pela vacina, não vejo a hora de ser convocado a tomar, pela idade. Quanto mais pessoas vacinadas houver, mais rebanho protegido haverá. Sem confiança nas vacinas, não teríamos conseguido o que conseguimos com o sarampo, com a poliomielite”.

O artista contou que sempre foi a favor das vacinas e mandou um recado claro e direto para os seus colegas que não se manifestaram sobre a vacina contra a Covid-19. “Já me manifestei abertamente, publicamente, dizendo: vacinem-se. Sejam bem-vindas, vacinas”, declarou.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›