Fofocalizando dá espaço a jornalista negro para reagir à polêmica de Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva
Aguinaldo Silva causou com comentário e o Fofocalizando opinou sobre assunto (Imagem: Divulgação / Globo)

A polêmica envolvendo uma declaração de Aguinaldo Silva foi repercutida no Fofocalizando, do SBT, nesta quarta-feira (25). O programa decidiu dar espaço para um jornalista negro comentar sobre o assunto, que deu o que falar entre os famosos.

“Todos nós temos opiniões aqui e vamos falar sobre isso, claro. Mas não é o nosso lugar de fala. Por isso convidamos um jornalista que é nosso amigo e também fala sobre celebridades, sobre o mercado de teatro e TV, conhece o Aguinaldo e conhece esse tema tão importante”, anunciou Chris Flores.

O Fofocalizando, então, exibiu uma gravação de Miguel Arcanjo Prado. “O Aguinaldo Silva foi, no mínimo, infelizmente no comentário que fez sobre o fato da Beyoncé ter utilizado o colar da Tiffany milionário, dessa marca que sempre foi associada à beleza, glamour e poder. Aguinaldo tentou desmerecer esse fato histórico que a Beyoncé está conquistando para uma mulher negra e não foi bem visto pelos artistas, sobretudo negros”, afirmou ele.

“Eles tiveram razão nessa crítica. Aguinaldo é um grande novelista, mas foi infeliz nesse comentário. Nesse momento não cabe querer desqualificar o fato da Beyoncé ter utilizado o colar da Tiffany. É um lugar muito difícil de ser alcançado para uma mulher negra. A gente vive numa sociedade ainda racista. Ainda é muito difícil ver artista negro se consagrar em lugares de tamanha importância. A gente comemora quando artistas negras conseguem chegar lá”, desabafou o jornalista.

O convidado ainda disparou: “Talvez tenha faltado ao Aguinaldo essa sensibilidade sobre esse momento histórico em que estávamos vivendo, onde todo mundo está querendo mais representatividade negra, querendo artistas negros em outros lugares fora dos estereótipos. Ver a Beyoncé em lugares assim é motivo de aplaudir e não para criticar”.

Em rede social, o novelista iniciou a polêmica ao comentar: “‘Beyoncé se torna a quarta pessoa da história e a primeira mulher negra a usar o Diamante Tiffany’: pois é, mas para mim, justiça social só quando qualquer mulher, independente da raça, idade, religião ou fama puder usá-lo”.

O autor de Império ainda completou: “Isso acontecerá algum dia? O que vocês acham? Joelly tem 37 anos, é negra, diarista, mãe de três filhos e nenhum pai para ajudar a criá-los. Fico aqui a imaginar o que lhe passa pela cabeça quando ela lê notícias como essa sobre o colar milionário de Beyoncé. Gente, vamos cair um pouco na real, tá legal?”.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›