Gabi Lopes expõe polêmicas sobre relacionamento com Brenno Leone e afirma: “Conturbado e abusivo”

Gabi Lopes
Gabi Lopes fala sobre relacionamento abusivo (Imagem: Raphael Dias / Gshow)

Como a maioria das mulheres, Gabi Lopes foi vítima de um relacionamento abusivo, quando namorou o também ator Brenno Leone. A atriz detalhou como era a sua rotina com o rapaz em entrevista à influenciadora Gabi Prado, em seu podcast.

A gente era muito jovem. A gente teve uma relação conturbada. Eu achava que ele era uma pessoa mais grossa, que ele era uma pessoa nervosa, que ficava irritado. Aí depois de anos, passado um tempo, eu descobri que tinha um nome para isso: relacionamento abusivo“, disse.

A relação durou dois anos e o casal chegou a dividir o mesmo teto. Agora, porém, ela sequer sabe do ex, mas torce para que ele tenha mudado de postura e evoluído.

Eu não julgo, acho que cada um tem o seu caminho, a gente era muito jovem. Eu acredito muito na mudança do ser humano. Já vi pessoa que parecia só sombra e deu um tempo e a pessoa floresceu, passou a ser mais luz. Isso aconteceu há muito anos atrás, e eu não sei como está hoje. Eu espero que bem“, garantiu.

Recentemente, a famosa que aborda o tema nas suas redes sociais e chegou a lançar um livro que fala acerca das suas experiências pessoais, deu ainda mais detalhes sobre o período atribulado que viveu com o artista:

Na minha cabeça, ele era só uma pessoa grosseira, devido certas atitudes em que percebi que ele agia com mais irritações. Na época, não entendia e passava pano achando que era apenas um estresse do trabalho. Como se isso fosse motivo para descontar em mim“.

Segundo ela, um dos primeiros sinais foi o ciúme exagerado a ponto de seu ex-namorado tentar agredir um seguidor que pediu para tirar uma foto. “Ocorreu uma outra situação em que esqueci a chave na casa de uma amiga e, como já morávamos juntos, ele me humilhou no corredor do prédio até a hora em que o chaveiro foi embora“, relatou.

Gabi detalhou que os ataques de fúria foram ficando cada vez piores e, mesmo aos gritos, os vizinhos jamais a ajudaram. Os amigos mais próximos perceberam que o comportamento da atriz não era mais o mesmo.

Eles diziam que eu estava estranha, apagada. E foi quando entendi que era o relacionamento que estava me fazendo mal. Me traumatizou e precisei passar por terapia para me relacionar novamente sem medo“, concluiu.

Elson Barbosa
Jornalista, encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @ellsonbarbosa
Veja mais ›