Galvão Bueno volta a narrar jogo da Seleção Brasileira após 2 anos

Galvão Bueno
Galvão Bueno retorna para transmissão de futebol para narrar a Seleção Brasileira (Imagem: Reprodução / SporTV)

Galvão Bueno, longe das transmissões de futebol desde a final da Supercopa do Brasil, voltará ao trabalho na Globo em junho para um jogo amistoso da Seleção Brasileira, função essa que ele não praticava há pelo menos dois anos.

O jogo entre Brasil x Equador, em 4 de junho, contará com a voz de Galvão Bueno. A última vez que ele esteve à frente de uma narração da seleção canarinho foi em novembro de 2019, durante um amistoso com a Argentina.

O apresentador foi afastado pela Globo em março do ano passado por causa da pandemia do coronavírus. Ele ficou em casa por mais de 14 meses até que recebeu o sinal verde do canal para o seu retorno. Isso só aconteceu após ele ter tomado as duas doses da vacina contra a Covid-19.

Ele voltou para a transmissão da Supercopa do Brasil, entre Flamengo x Palmeiras, com vitória do seu time do coração, o Rubro-Negro, nos pênaltis. Depois do evento, ele voltou para a geladeira da emissora.

Em seu período em casa, ele conversou bastante com o seu público por meio das redes sociais. Na Páscoa, Galvão Bueno fez uma das declarações mais fortes de toda a pandemia:

“Me lembro que, lá no início, usei minhas redes sociais e emissões ao vivo na televisão para dizer que tinha certeza de que a pandemia tinha sido trazida pelas elites, por pessoas que voltavam de viagens ao exterior e que estava angustiado por ter certeza que um dia essa tempestade atingiria os menos favorecidos, as favelas, a profunda pobreza. Mais de 320 mil mortos depois, a realidade aí está”.

Ele, então, pediu ajuda aos mais necessitados. “Então, independentemente de qualquer religião, de qualquer ideologia, sem nenhum viés político, pelo amor de Deus, mando meu recado. Muito mais diretamente a quem, como eu e minha família, privilegiados que somos, podemos, sim, fazer mais do que já fizemos”, conscientizou.

“Nós, comunicadores, artistas, esportistas, empresários, políticos, a sociedade como um tudo pode ajudar aqueles que mais sofrem”, completou.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›