Genro de Silvio Santos, Fábio Faria anuncia a privatização dos Correios e é massacrado

Fábio Faria
Fábio Faria é surpreendido por ataques de internautas após pronunciamento sobre a privatização dos Correios (Imagem: Reprodução / Twitter)

Ministro das Comunicações do Governo Bolsonaro, Fábio Faria fez um pronunciamento sobre a privatização dos Correios e foi alvo de ataques diversos no Twitter. O genro de Silvio Santos citou que a empresa “é um orgulho para o Brasil”, mas defendeu a venda da estatal.

Fábio Faria destacou que “o governo busca celeridade na tramitação do Projeto de Lei dos Correios” e explicou que “consultorias apoiaram o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social] no estudo detalhado sobre o que precisa ser preservado e melhorado na empresa”.

O marido de Patrícia Abravanel comentou os passos do projeto de Lei no Congresso Nacional e deu sua opinião sobre as razões que levaram ao processo de privatização:

“Mas por que privatizar os Correios? Porque mesmo com muito trabalho e seriedade, o faturamento se mostra insuficiente frente ao que precisa ser investido todos os anos. (…) Com a privatização, os Correios vão conseguir crescer e competir, gerar mais empregos, desenvolver novas tecnologias, ganhar mais eficiência, agilidade e pontualidade”.

A web ficou irada e criaram uma campanha contra a privatização dos Correios. “Defendam os correios e digam não à privatização, isso não vai resolver os nossos problemas”, reclamou uma internauta. “‘Os Correios são o orgulho do Brasil’. Por que o governo quer vender, po***?”, questionou outro.

“Se o governo Bolsonaro é tão bom como diz, por que não realiza uma gestão eficaz? E para de viver de passado!”, detonou um terceiro. “Usam dinheiro público, pronunciamento em cadeia nacional, para defender a privatização de um patrimônio do povo e propagar fake news”, acusou mais um.

Confira a repercussão na web:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›