Genro de Silvio Santos, Fábio Faria compra briga por causa de Bolsonaro

Fábio Faria
Ministro das Comunicações, Fábio Faria sai em defesa de Bolsonaro(Imagem: Reprodução / Globo)

Ministro das Comunicações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Fábio Faria foi ao Twitter e saiu em defesa do seu patrão. O genro de Silvio Santos concordou com as críticas do Chefe do Executivo contra governadores e prefeitos que estão decretando lockdown como última tentativa para controlar a pandemia.

No final de semana, o presidente se mostrou contrário ao que foi apresentado pelas autoridades estaduais e municipais e produziu uma lista dos valores bilionários que a União deu aos estados e municípios no início da pandemia.

Ele incluiu até governadores aliados e responsabilizou todos pelo inevitável colapso no sistema público de saúde. Fábio Faria endossou as palavras de Bolsonaro e disse que “não se briga com números”, por mais que a descrição tenha sido feita de forma superficial.

“Os valores estão claramente discriminados nas publicações e são referentes a todos os repasses para os estados: diretos (da União para os entes) e indiretos, como benefícios ao cidadão (Auxílio, Bolsa etc.) e suspensão de dívida. Não há o que contestar, não se briga com números”, atacou.

A superficialidade dos números publicados por Bolsonaro e compartilhados pelo ministro Fábio Faria chegou ao conhecimento dos governadores, que rebateram as informações por meio de uma carta.

“Em meio a uma pandemia de proporção talvez inédita na história, agravada por uma contundente crise econômica e social, o Governo Federal parece priorizar a criação de confrontos, a construção de imagens maniqueístas e o enfraquecimento da cooperação federativa essencial aos interesses da população”, criticou o grupo.

“Adotando o padrão de comportamento do Presidente da República, caberia aos Estados esclarecer à população que o total dos impostos federais pagos pelos cidadãos e pelas empresas de todos Estados, em 2020, somou R$ 1,479 trilhão”, constatou.

“Se os valores totais, conforme postado hoje, somam R$ 837,4 bilhões, pergunta-se: onde foram parar os outros R$ 642 bilhões que cidadãos de cada cidade e cada Estado brasileiro pagaram à União em 2020?”, questionou

Confira:

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›