Genro de Silvio Santos, ministro bate boca com jornalistas em rede social

Silvio Santos
Fábio Faria trocou farpas com jornalistas (Imagem: Reprodução / Globo)

Genro de Silvio Santos e ministro das Comunicações, Fábio Faria trocou farpas com dois jornalistas que criticavam a atuação do governo Jair Bolsonaro (sem partido). Os profissionais da imprensa cobravam do presidente a respeito de uma promessa de campanha feita nas eleições.

O então candidato à presidência garantiu que privatizaria a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), chamada por Bolsonaro, na época, de “TV do Lula”. O ministro se irritou e disparou que a estatal dá prejuízo anual de R$ 550 milhões e, por isso, segundo ele, não há como vendê-la.

Tudo começou quando o colunista Carlos Andreazza, do jornal O Globo e da rádio CBN, Felippe Hermes, do site especializado em finanças Infomoney, questionaram o motivo pelo qual o governo não havia privatizado a empresa.

O esposo de Patrícia Abravanel perguntou a Hermes se ele não estava “muito militante” para alguém que trabalha em um veículo que cobre o mercado financeiro e é controlado pela XP Investimentos.

Ainda no Twitter, o ministro “marcou” os executivos Guilherme Benchimol e Rafael Furlanetti, da XP, chamando a atenção deles para a mensagem do colunista.

Muitos internautas, então, entenderam que o gesto do genro de Silvio Santos foi de tentar intimidar os jornalistas, mostrando as mensagens aos donos da financeira e do site.

A gestão de Bolsonaro, cabe lembrar, tem sido acusada pela oposição e questionada pelo Ministério Público de usar os veículos da EBC para fazer promoção pessoal do presidente. Recentemente, por exemplo, exibiu uma partida de futebol da qual ele participou. O presidente também recebeu elogios feitos por um narrador durante um jogo da seleção brasileira.

Fábio AlmeidaFábio Almeida
Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna "Do Fundo do Baú", publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com
Veja mais ›