Giovanna Ewbank abre o jogo sobre criação dos filhos e cita palpites dos internautas

Giovanna Ewbank
Giovanna Ewbank conta detalhes sobre relação com os filhos (Imagem: Reprodução / Youtube)

Giovanna Ewbank decidiu compartilhar com seus seguidores a rotina de criação dos filhos Zyan, Titi e Bless, frutos do casamento com Bruno Gagliasso. Em um vídeo disponibilizado em seu canal do YouTube, a apresentadora ainda revelou como a família está se organizando com as demandas, principalmente por causa da pandemia.

Dar conta dos três é muita coisa, muita demanda. Mas às vezes os mais velhos me ajudam com o bebê. Essa rotina acaba se encaixando de um jeito. Por exemplo: os meus mais velhos viajaram com o Bruno. E muitas vezes eu senti falta da Titi e do Bless me ajudando a dar conta do Zyan. Porque Zyan fica olhando os irmãos mais velhos e fica rindo, se distrai. Sem os mais velhos ele fica meio impaciente, entendiado. Acho que cada família consegue entender o ritmo e a demanda que dão certo. Na nossa rotina a gente se encaixa e fica muito mais fácil com os três do que só com um. A gente se encaixa”, confidenciou.

A atriz contou ainda que o caçula não teve a chance de conviver com outros bebês, pois nasceu em meio à crise sanitária que afeta o país.

Zyan nunca teve contato com outro bebê, nunca teve contato com outras pessoas. Então, ele nem sabe que existe um outro bebê. Por exemplo: está a minha equipe aqui, toda testada, trabalhando comigo. Zyan vê e fica muito interessado. Tipo: “Nossa, novas pessoas, novas coisas”. Prejudicados vamos sair todos dessa pandemia. Mas temos que suavizar isso dentro de casa, seja com livros, com filmes, com histórias…”.

Ao falar sobre as opiniões dos internautas sobre a criação dos filhos, Ewbank disse que sempre há muitos palpites sobre como ela deve conduzir os ensinamentos das crianças:

São muitos palpites mesmo. É surreal. Mas muitas vezes são muito interessantes também. A maternidade e a paternidade são individuais. Eu estou aqui falando o que eu penso mas você pode pensar diferente do que eu acho. Eu amamento do jeito que eu acho, que é prazeroso para nós. Escuto muita opinião a respeito da opinião dos meus filhos. Cada família consegue entender a sua forma, de como lidar com todas as coisas que o mundo traz para nós. É passo a passo, degrau por degrau. A gente vai descobrindo ao longo do tempo, ao longo da vida”.

Além disso, Giovanna confidenciou que ela e o marido criaram regras sobre o uso de celular:

“Aqui em casa a gente só deixa as crianças usarem celular ou ipad uma hora por dia e normalmente antes do jantar. Porque a gente quer que durante o dia eles aproveitem, façam brincadeiras ao ar livre, brincadeiras lúdicas, que possam usar a imaginação. Mas à noite eles podem usar uma hora. Só que eles questionam muito: “Por que só uma hora por dia?”, “Por que se você fica o dia inteiro no celular?”. Então a gente tem que explicar essa relação de celular e trabalho de adulto (…) A vida é aqui fora. Então a gente tem que explicar isso”.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Elson BarbosaElson Barbosa
Jornalista, encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @ellsonbarbosa
Veja mais ›