Glamour Garcia fala sobre transfobia e comemora final de A Dona do Pedaço

Glamour Garcia
Glamour Garcia está feliz com final de Britney em A Dona do Pedaço (Imagem: Fabiano Battaglin / GShow)

Sucesso em A Dona do Pedaço, Glamour Garcia conquistou os telespectadores vivendo a Britney. No entanto, após os meses corridos de gravação, a atriz afirmou que quer um tempo de descanso, mesmo já tendo recebido alguns convites.

Já pintaram convites para outros trabalhos mas eu confesso que estou analisando com bastante calma porque eu estou exausta. Como foi meu primeiro trabalho, na maior emissora do Brasil e no horário mais nobre de todos, isso fez com que minha vida se debruçasse sobre essa personagem”, disse Glamour, em entrevista à coluna de Leo Dias, do UOL.

“Minha personagem participa da trama diariamente, então minha vida ficou bem corrida. Então estou olhando com bastante calma pensando também nisso, um possível descanso que eu possa ter, mas é bem rápido. Em breve vou anunciar os próximos trabalhos“, afirmou.

Surpresa com o sucesso que se tornou, a artista garantiu que não esperava essa reação do público. “Honestamente não esperava. Fico muito feliz porque a obra é linda, o texto é incrível, as cenas são maravilhosas, a trama, dramaturgia… e ser um dos destaques dentro desse trabalho é uma honra para mim e alegria. Não é só um destaque positivo, mas construtivo também nesse momento que a gente vive no nosso país, na arte… É uma alegria imensurável”, pontuou.

Questionada sobre qual final daria para Britney, Garcia respondeu: “Nunca pensei num final para a Britney porque como atriz eu fui vivendo a história dela. Acho que o final que ela terá já é incrível, espero que o público se identifique. Eu como artista me identifiquei muito com essa personagem. Britney não é só uma personagem didática, mas encantadora“.

Para fugir da violência contra mulheres trans, a artista explicou o que precisa e aconselha fazer: “É natural da pessoa se defender, então, evitar lugares, companhias e, por mais polêmico que isso seja, evitar ambientes onde a agressão física pode acontecer. Nós vivemos num país muito preconceituoso e não é porque estamos praticamente em 2020 que as coisas mudaram. Então, eu ainda me sensibilizo muito com a luta LGBT diante da injustiça, violência e preconceito que cidadãos brasileiros ainda enfrentam“.

Com a personagem, Glamour afirmou que conseguiu bons feitos por parte do público que a assistiu: “A Britney tem uma função muito didática mesmo, ela traz e expõe situações muito delicadas do dia a dia das pessoas trans. Eu acho que a Britney não trouxe só um espaço de discussão, mas de vivência também. Eu recebo mensagens de carinho não só da comunidade LGBT, são pessoas que chegam conversando sobre aceitação, que aceitaram os filhos e voltaram para casa… Não foi só uma personagem que trouxe discussão, houve uma mudança de vivência, as pessoas passaram a ter uma sensibilidade maior com a vida trans“.

PRÓXIMA MATÉRIA→

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

RECEBA NOTIFICAÇÕES GRÁTIS