Globo acerta acordo milionário com nova tecnologia para frear custos de produção

Globo
Globo anuncia acordo com empresa de tecnologia brasileira (Imagem: Divulgação / Globo)

Empenhada em se aproximar cada vez mais do futuro que tanto fala em sua vinheta de fim de ano, a Globo fechou um acordo com a Piemonte Holding, especializada em tecnologia no Brasil. O negócio recebeu o aval do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

A negociação entre a Globo e a Piemonte durou dois meses, segundo o Notícias da TV. Sem valores revelados, a ideia de um valor aproximado surgiu depois da informação que a Piemonte comprou data centers da Oi por R$ 325 milhões.

Para o mercado, a venda do centro de processamento de dados do Plim Plim foi realizada por um valor semelhante. Em relatório assinado por Ednei Nascimento da Silva, coordenador-geral do Cade, mais detalhes da venda foram revelados:

“[A] Globo diz que a operação é uma oportunidade de desinvestimento de ativo, proporcionando a redução de custos com uma atividade secundária ao negócio principal”.

O conselho prosseguiu e citou o desejo da Piemonte no negócio: “A operação proposta visa fortalecer o seu posicionamento no mercado, com a aquisição de ativos de infraestrutura digital, investimento em eficiência energética, digitalização do setor público e presença regional”.

Acordo milionário

Em abril, a Globo entrou em acordo com o Google. O contrato assinado foi de sete anos e tem como objetivo para a Globo lançar dados em nuvem pública, com a intenção de personalizar seus serviços com machine learning e inteligência artificial.

O projeto inovador fará com que haja uma migração de 100% do datacenter privado da Globo para o ambiente de nuvem do Google, permitindo uma maior robustez dos servidores digitais de produtos de streaming.

Tanto o Globoplay quanto o G1, GE, Gshow e tantos outros contarão com melhorias significativas. A parceria foi firmada dias depois das plataformas serem prejudicadas pela grande quantidade de acessos recentemente.

Grandes eventos e votações do Big Brother Brasil, por exemplo, fazia com que a rede ficasse congestionada. Em comunicado, a emissora explicou: “O anúncio vai ao encontro da recente transformação digital da Globo, sua reestruturação com foco em entregas direct-to-consumer e sua jornada para tornar-se uma empresa mediatech”.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›