Globo demite Alberto Gaspar e Ari Peixoto após quase 40 anos de casa

Alberto Gaspar
Globo demite Alberto Gaspar e Ari Peixoto (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Por contenção de gastos, a Globo demitiu o repórter Alberto Gaspar, um dos nomes mais conhecidos do jornalismo da emissora. Ele não foi o único. Ari Peixoto, outro peso pesado do telejornalismo, foi dispensado da empresa pelo mesmo motivo.

O clima pesou na redação da Globo, no Rio de Janeiro, segundo o Metrópoles. A direção não emitiu nenhum comunicado oficial a respeito do trabalho da dupla ao longo de mais de três décadas de trabalho.

A Globo pensou no financeiro e dispensou dois nomes antigos na casa e responsáveis por salários considerados elevados. Foi mais um sinal do corte de gastos que tanto a família Marinho cobrou nos últimos meses para que fosse colocado em prática.

Lembrando que na semana passada, a Globo demitiu o repórter especial Roberto Paiva e o produtor especial Robinson Cerântula. O correspondente Fernando Saraiva, de Londres, também foi desligado.

História

Alberto Gaspar começou na Globo em 1980. Ele foi correspondente da emissora na Argentina, na década de 2000, e em Jerusalém. Nos últimos anos, era integrante da equipe de jornalismo do canal em São Paulo. Ele esteve em afiliadas da Globo no interior de São Paulo, em Ribeirão Preto e Campinas, e em Minas Gerais, em Varginha.

Ele começou no Plim Plim fazendo matérias para o Bom Dia São Paulo, esteve na cobertura das Diretas Já, cobriu a doença e morte de Tancredo Neves e foi responsável por outras grandes reportagens. Várias delas foram exibidas pelo Globo Rural.

Ele cobriu o acidente do avião Fokker 100 da TAM, em 1996, que caiu logo depois de decolar de Congonhas. Em 2014, cobriu a morte do candidato à presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos (1965-2014), em Santos, no litoral de São Paulo.

Ari Peixoto chegou ao canal em 1987 e foi correspondente na Argentina e no Oriente Médio. Para a sua chegada ao canal carioca, ele foi educadamente obrigado a tirar a barba. Ele fez matérias sobre o tráfico no Rio de Janeiro e esteve à frente de reportagens sobre o Carnaval da cidade.

Como correspondente no Oriente Médio, Ari mostrou de perto a Primavera Árabe, em 2011. No mesmo ano, foi para Brasília. Em 2013, voltou para o seu posto na redação do Rio de Janeiro.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›