Globo diz que Libertadores perdeu visibilidade no SBT; canal de Silvio Santos rebate

SBT
Téo José, Mauro Beting e Ricardo Rocha na Libertadores no SBT; emissora rebate Globo (Imagem: Divulgação / SBT)

A Globo não deixou de lado a Copa Libertadores das suas reuniões. Sem a transmissão na TV, a emissora da família Marinho colocou lenha na fogueira na relação do mercado publicitário com o SBT, que por sua vez se defendeu das críticas da concorrente.

De acordo com o UOL Esporte, representantes da alta cúpula do canal carioca enviaram índices de audiência para clubes e anunciantes, e compararam a sua média de público com os resultados obtidos pelo canal de Silvio Santos desde setembro, quando o torneio voltou ao ar.

Em 2019, a Globo conquistou 25,9 pontos de média por jogo em São Paulo, considerado a praça mais importante do país para o mercado publicitário. De setembro para cá, também em SP, o SBT fechou média de 8,5 pontos por jogo.

Segundo a reportagem, a cutucada do plim plim chegou aos ouvidos da direção da emissora paulista, que reagiu imediatamente. Representantes da empresa do Grupo Silvio Santos argumentaram que a concorrente sempre foi forte na área esportiva, e que seu público ainda não se acostumou com a volta do futebol à programação.

Em tempo, a direção do SBT ficou decepcionada com a eliminação do Flamengo na Copa Libertadores. Considerado o queridinho das primeiras transmissões da TV em seu retorno ao campo, o Mengão perdeu para o Racing (ARG) em pleno Maracanã e deixou a competição nas oitavas de final.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›