Globo perde na Justiça e segue proibida de exibir documentos sobre Flávio Bolsonaro

Globo
Justiça nega pedido da Globo sobre caso Flávio Bolsonaro (Imagem: Divulgação / Globo)

A Globo até tentou, mas não conseguiu na Justiça o direito exibir documentos ou peças das investigações sobre o esquema de rachadinha no gabinete do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

De acordo com informações da coluna Radar, da Veja, o desembargador Fábio Dutra, da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do do Rio de Janeiro, negou nesta quarta-feira (16) o recurso apresentado pela emissora para suspender a decisão que a proibiu de falar sobre o caso do filho de Jair Bolsonaro (sem partido).

“Diante do que dispõe o estatuto processual e considerando que a decisão ora guerreada não importou em censura ao que foi publicado pela ora Agravante, não é possível verificar, neste momento, o risco de sua irreversibilidade a justificar o deferimento do efeito suspensivo pretendido”, disse o magistrado.

No último dia 4 de setembro, a pedido do senador Flávio Bolsonaro, a juíza Cristina Feijó, da 33ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, proibiu a Globo de divulgar informações e documentos sigilosos extraídos da investigação criminal no escândalo da rachadinha, que envolve o senador.

Na época, em nota, a emissora disse que “respeita ordens judiciais, mas lamenta este cerceamento da liberdade de informação, uma vez que a investigação em questão é de interesse de toda a sociedade”.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.