Globo planeja homenagem a Galvão Bueno pelos 40 anos na emissora

Galvão Bueno
Galvão Bueno terá homenagem especial da Globo (Imagem: Reprodução / SporTV)

Galvão Bueno está prestes a completar 40 anos na Globo, e a emissora está planejando uma série de homenagens para ir ao ar na programação do segundo semestre. Segundo o Notícias da TV, algumas matérias já foram gravadas e outras devem acontecer durante os programas da Globo e do SporTV.

Entre as produções que já foram realizadas, está um especial onde o narrador relembrou sua primeira transmissão no canal, reviu quando ele reagiu ao título mundial do Flamengo em 1981 e às medalhas de prata do atletismo nos Jogos Olímpicos de Sydney-2000.

Outra ideia é que uma homenagem diferenciada seja transmitida pelo Esporte Espetacular, em novembro, quando ele completa os exatos 40 anos na casa. Porém, acredita-se que esse material só será feito após a cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Para quem não sabe, Galvão foi contratado pela Globo após relevantes passagens pela TV Gazeta e pela Band. No Grupo Bandeirantes, ele narrou a Fórmula 1 pela primeira vez e virou titular das transmissões até 2020, quando a competição saiu da Globo e voltou para a emissora paulista.

Em 1992, o veterano teve uma breve passagem pela Rede OM (atual CNT), da qual foi diretor de Esportes. No ano seguinte, porém, voltou à Globo, onde está desde então.

Recentemente, Bueno comemorou os 19 anos da conquista do pentacampeonato da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2002 contra a Alemanha, em Yokohama. Voz oficial na narração da partida na Globo, o profissional classificou o ocorrido como inesquecível.

“Bem, amigos, e já são 19 anos do penta! Dos dois gols do Ronaldinho, número 9! E que Cafu ergueu a taça para o mundo inteiro ver! Inesquecível! Diga lá, onde é que vocês estavam nesse dia tão especial?”, disse.

Além da interação com os seguidores, Galvão relembrou a boa atuação de Ronaldo Fenômeno, que marcou os dois gols da vitória contra o goleiro Oliver Kahn. O responsável por levantar a taça, que tornou a Seleção Brasileira a maior vencedora das Copas do Mundo, foi o ex-lateral-direito Cafu.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›