Globo potencializa suspeita contra Bolsonaro enquanto Record esconde

Bolsonaro
Suspeita sobre envolvimento de Jair Bolsonaro com rachadinha ganha destaque no Jornal Nacional, da Globo, e some em noticiário da Record (Imagem: Reprodução / YouTube)

Está cada vez mais claro o posicionamento da Globo contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), enquanto as outras emissoras da TV aberta preferem não criar rusgas com o Governo Federal (e perder investimentos). Anteontem (5), por exemplo, o Jornal Nacional fez uma extensa reportagem sobre os polêmicos áudios de uma ex-cunhada que indicariam participação do político em esquema de rachadinha.

O assunto também foi comentado pelo Jornal da Record, mas o espaço ocupado por lá não se aproximou, nem de longe, ao tamanho da matéria da concorrente. Enquanto o noticiário comandado por William Bonner e Renata Vasconcellos falou sobre a polêmica durante 5 minutos e 35 segundos, o informativo da emissora de Edir Macedo dedicou apenas 54 segundos ao tema.

E não é só isso… Na Record, a suspeita de rachadinha por parte de Bolsonaro – enquanto ele ainda era deputado federal – foi comentada somente no final de uma grande reportagem do Thiago Nolasco sobre a discussão de proposta que estabelece o voto auditável nas eleições de 2022. O presidente da República voltou a insistir no voto impresso diante da queda de popularidade em pesquisas de opinião.

Cabe ressaltar que a nova polêmica em torno de Jair Bolsonaro foi manchete nos principais sites de notícias e também repercutiu bastante nas redes sociais. As chamadas “rachadinhas” consistem na prática ilegal de confisco, por parlamentares, de parte dos salários de assessores de gabinete.

Prioridades diferentes

Esta não é a primeira vez em que os principais telejornais da TV aberta optam por prioridades diferentes. No último sábado (3), milhares de pessoas foram às ruas no Brasil e em outros países em atos contra Bolsonaro e a favor da vacina. Na ocasião, o Jornal Nacional também foi o que mais repercutiu… A Globo dedicou mais de 7 minutos ao tema. O JR, por sua vez, exibiu uma reportagem de pouco mais de 1 minuto. O SBT Brasil explorou as manifestações durante 2 minutos e 25 segundos, enquanto o Jornal da Band dedicou 1 minuto e 40 segundos.

Bolo da discórdia

O BBB 2021 continua rendendo não só para Gilberto Nogueira e Juliette Freire, estrelas da temporada. Fiuk vem propagandeando produtos da Nestlé. A ação envolvendo o terceiro colocado está relacionada a um dos “polêmicos” episódios da edição: o bolo de chocolate preparado por ele e devorado por Juliette; o apetite da sister, especialmente quanto à calda com achocolatado e leite condensado, causou protestos do ator e cantor.

Para ouvir

Mel Lisboa
Mel Lisboa e Seu Jorge nos bastidores das gravações de Paciente 63, áudio série do Spotify (Imagem: Bruno Poletti / Spotify)

Enquanto aguarda o início dos trabalhos de Cara & Coragem, novela das 19h prevista para o segundo semestre de 2022, Mel Lisboa se dedica às gravações de Paciente 63, áudio série original do Spotify. O roteiro de Julio Rojas traz Elisa Amaral (Mel), psiquiatra que grava os atendimentos de um paciente enigmático, o de número 63 (Seu Jorge). A figura em questão afirma viajar no tempo. A estreia da produção deve ocorrer ainda em 2021.

Para ver

Além de séries de ficção e documentais, o Globoplay vai passar a investir em filme com Ainda Estou Aqui, dirigido por Walter Salles, de Central do Brasil (1998), e protagonizado por Mariana Lima. O longa-metragem, com texto de Murilo Hauser, é baseado no livro homônimo de Marcelo Rubens Paiva. Head de conteúdo da plataforma, Ana Carolina Lima celebrou a investida: “Estamos muito felizes com a parceria. E, em breve, teremos mais alguns projetos de longa 100% Globoplay“.

Nota 0

Após o emocionante capítulo do reencontro de Helena (Flávia Alessandra) e Luna (Juliana Paiva) – recordista de audiência em São Paulo e no Rio de Janeiro –, Salve-se Quem Puder voltou a apresentar cenas constrangedoras. Bia (Valentina Bulc), a ginasta que se envergonha da cicatriz deixada por uma cirurgia para colocação de marca-passo, foi atacada por Tammy (Lívia Inhudes), que a chamou de “garota de lata, coração de lata“. Constrangedor…

Vale conferir

O Comedy Central agendou para o próximo dia 26, às 22h, a estreia da terceira temporada do A Culpa é da Carlota. Arianna Nutt, Bruna Louise, Carol Zoccoli e Dadá Coelho, lideradas por Cris Wersom, vão receber nomes como Marcela Mc Gowan, Matheus Ceará, Raissa Barbosa e Supla.

Duh Secco e Luiz Fábio Almeida
A coluna Curto-Circuito é assinada por Duh Secco e Luiz Fábio Almeida, editores-assistentes do RD1 e reúne, de terça a sábado, logo cedinho, o que é e vai virar notícia nas próximas horas envolvendo os movimentados bastidores da TV.
Veja mais ›