Globo promove “exposição sensorial” para lançamento de “O Tempo Não Para”

Elenco de “O Tempo Não Para” se reúne para assistir clipe de lançamento da novela das 19h, no Museu do Amanhã, RJ (Imagem: Rafael Campos / Globo)

A Globo tomou o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (16), para o lançamento de “O Tempo Não Para”, próxima novela das 19h. O ambiente tem tudo a ver com o ponto de partida da trama de Mário Teixeira: a família Sabino Machado, que congelou em 1886 após o naufrágio do navio Albatroz, despertando em 2018, tendo de lidar com os choques culturais e temporais diante da realidade contemporânea.

O evento

Todo o espaço – decorado com tons azul e branco, remetendo ao gelo, elemento fundamental do folhetim – foi tomado por uma exposição sensorial, promovendo um mergulho no universo glacial e nos bastidores da produção. A primeira estação da mostra, “Congelados no Tempo”, apresentou, em 14 monitores, imagens dos personagens do século XIX dentro de um cubo de gelo.

Ainda, a “Linha do Tempo”, que focou na evolução da tecnologia com ênfase na dramaturgia: 10 anos resumidos em curiosidades e uso de tecnologia na TV. Também “Sons do Tempo”, promovendo uma experiência sonora a partir dos sons de tempestade, choque com o iceberg e chegada do bloco de gelo à praia do Guarujá nos dias de hoje, entre outros.

Ainda, “Todos os Ângulos”, que “colocou” os convidados em um cubo de LED, exibindo uma mesma cena de “O Tempo Não Para” gravada em três ângulos diferentes. Um making of das cenas “antes e depois” dos efeitos especiais pode ser conferido na estação “Antes da Cena”. As criações da figurinista Paula Carneiro, para “congelados” e “contemporâneos”, encerraram a mostra.

O elenco

Intérprete de Dom Sabino, o patriarca da família congelada, Edson Celulari se encantou com a mostra especial. “A ideia de apresentar a novela dessa forma e num museu como esse não podia ser melhor. […] Uma forma inteligente de propor uma discussão leve sobre o tema tratado pela novela. A gente avança na tecnologia, mas e o humano?”, refletiu.

Após o passeio pela exposição, elenco e equipe foram direcionados para a área externa do Museu, onde um telão foi montado para a exibição do clipe do folhetim. Juliana Paiva, que interpreta Marocas – a mocinha congelada –, se emocionou ao ver suas primeiras imagens na novela. “Acabei de ver o clipe e me emocionei muito, tenho certeza que o público vai se emocionar também”, disse.

Protagonista masculino, Nicolas Prattes destacou o perfil de Samuca. “Estou cheio de expectativas. Samuca é um personagem muito especial e acredito que o público vai se encantar com as atitudes dele”, afirmou. Na trama, o empresário resgata Marocas após o descongelamento do bloco de gelo, deflagrando a principal trama romântica de “O Tempo Não Para”.

Cleo – “ex-Pires” – responderá por Betina, noiva de Samuca: “Estou muito feliz com o papel, e acho que ela tem várias nuances da mulher moderna. Ela não é uma vilã, mas acaba se tornando uma pessoa bem determinada, que fará tudo por amor”, pontuou a atriz. A novela, cabe lembrar, tem estreia agendada para o próximo dia 31.

Saiba Mais:

Cena de naufrágio em “O Tempo Não Para” terá produção cinematográfica

Equipe de efeitos visuais desenvolve iceberg para “O Tempo Não Para”

Duh SeccoDuh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog "Vivo no Viva", repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›