Globo promove força-tarefa para salvar No Limite de fracasso comercial

No Limite
No Limite enfrenta problema comercial três semanas após estreia (Imagem: Reprodução / Globo)

Impressionada com o fracasso comercial de No Limite, a Globo iniciou uma operação de guerra para a salvação do programa comandado por Fernando Fernandes. Desde a estreia, a atração só fechou com dois anunciantes, algo completamente fora da meta estipulada pela direção.

Fique por dentro de tudo que rola em No Limite 2022 na cobertura do RD1

Em busca de mais marcas, a Globo montou um relatório às pressas para o mercado publicitário. Segundo o Notícias da TV, a emissora destacou o perfil do público do reality show, com ênfase no telespectador de maior poder aquisitivo, o AB, com 20% de todo o público, número 5% maior que na temporada anterior.

Veja Também

O canal líder de audiência ainda apresentou um dado sobre o público masculino, que cresceu na atual temporada. O aumento foi de 9% em relação ao No Limite do ano passado. A audiência entre os telespectadores entre 18 e 24 anos subiu 7%.

No Limite chegou a 78 milhões de telespectadores apenas na TV aberta. A reprise dos episódios do Multishow anotou 1,6 milhão de pessoas. Na briga com a Record, a vice-líder no horário, a Globo reforçou sua liderança, com 176% mais audiência que a concorrente mais próxima.

“Os resultados foram superados com sucesso! Ainda dá tempo de fazer parte desse fenômeno com a gente”, implorou a Globo no relatório sobre No Limite.

No Limite perde para o SBT em confronto com jogo da Libertadores

No dia 17 de maio, No Limite enfrentou um enorme desafio na briga pela liderança. O reality show passou vários minutos atrás do SBT, que no mesmo horário levou ao ar Boca Junior x Corinthians, pela Libertadores, em jogo empatado em 1 a 1.

No ar das 22h40 à 0h03, No Limite atingiu 14,6 pontos de média, 29,4 pontos de pico e 28% de share (número de televisores ligados), ante 12,6 pontos do SBT. O jogo da Libertadores deixou o canal paulista em primeiro lugar por 24 minutos. Na briga direta com No Limite, o placar ficou 16,6 x 15,6 favorável ao reality da Globo.

A vitória apertada deixou a alta cúpula da Globo muito preocupada. Sem salvação para a audiência, a direção recorreu para o faturamento, em busca de números melhores. Os problemas colocaram um ponto de interrogação na produção de mais uma temporada.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›