Globo quebra o protocolo e faz homenagem ao SBT em Éramos Seis

Globo
Irene Ravache e Othon Bastos em cena de Éramos Seis, da Globo (Imagem: Reprodução / Globo)

Na reta final de Éramos Seis, a Globo surpreendeu e prestou uma homenagem para os protagonista da versão da novela exibida pelo SBT em 1994. No capítulo da última quarta-feira (25), a trama das 6 colocou Othon Bastos e Irene Ravache na mesma cena e emocionou o público.

O casal que interpretou Júlio e Lola na versão do canal de Silvio Santos se reuniu 25 anos depois. Foi uma homenagem feita aos veteranos, hoje contratados da Globo, mas não deixou de ser uma quebra de protocolo na história da emissora carioca, que resgatou o sucesso do enredo conquistado na emissora da Anhanguera.

Irene interpretou Tereza, uma das internas do asilo de madre Joana, vivida por Nicette Bruno, que interpretou a terceira Lola na TV. A primeira versão do romance de Maria José Dupré (1898-1984) foi produzida pela TV Tupi.

Já Othon entrou na versão da Globo nos primeiros capítulos como o padre Venâncio. Quando o sacerdote viu Tereza no jardim do asilo, reagiu: “Desculpe. Eu acho que eu conheço a senhora. A sua figura… Eu lembro”, afirmou. “Eu acho que eu conheço o senhor também”, completou ela. A cena acabou com o padre beijando a mão direita da interna.

Éramos Seis chegou ao fim no capítulo desta sexta-feira (27). O último capítulo será reexibido hoje. A partir de segunda-feira (30), a Globo exibirá uma edição especial de Novo Mundo, que antecederá Nos Tempos do Imperador.

Confira a repercussão na web:

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.

WordPress Lightbox