Globo Rural provoca Bolsonaro e cita tratores após novo escândalo no Planalto

Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro é alvo de piada do Globo Rural em rede social (Imagem: Reprodução / SBT)

Revista de agronegócio da Globo, o Globo Rural fez piada com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), após um escândalo envolvendo o nome do capitão com um suposto esquema de compra de parlamentares em 2021.

O ataque ocorreu no Twitter, na conta oficial da revista, que compartilhou a seguinte matéria: “Vendas de máquinas agrícolas crescem 22,26% no 1º trimestre”. Na legenda da publicação, o Globo Rural escreveu: “Parece que o mercado de tratores anda aquecido, né?”.

“Incrível! Soube que tiveram alta de 259% e ainda assim um único comprador irá pagar 3 bilhões nessas ‘super máquinas’. Mas é sempre bom observar se as máquinas não estão com rachadinhas, pra evitar acidentes, vai que…”, ironizou um internauta.

“E estão sendo vendidos muito acima do preço… Bolso é Agro, bolso é pop, bolso é corrupto”, atacou mais um. “Globo Rural fazendo mais pelo jornalismo brasileiro do que muito veículo de imprensa secular”, destacou um terceiro. “Vocês estão aceitando currículos? Tenho umas tiradas boas aqui, que vocês vão adorar”, cutucou mais um.

No último sábado (8), uma reportagem do jornal Estado de S. Paulo revelou que no final de 2020, o presidente Bolsonaro montou um esquema de pelo menos R$ 3 bilhões para aumentar sua base de aliados no Congresso Nacional.

Desse montante, cerca de R$ 271 milhões foram destinados para comprar tratores, retroescavadeiras e equipamentos agrícolas por preços até 259% acima dos valores de referência fixados pelo governo.

A distribuição dos recursos foi feito pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) por meio das chamadas “emendas de relator”. Em conversa com apoiadores na frente do Palácio do Planalto, Bolsonaro atacou a imprensa:

“Inventaram que eu tenho um Orçamento secreto agora. Eu tenho um reservatório de leite condensado ali, três milhões de latas. Você pode ver…Isso é sinal de que eles não têm o que falar. O Orçamento foi aprovado, discutido, meses, agora apareceu 3 bilhões? Só os canalhas do Estado de S. Paulo para escrever isso”.

O subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado solicitou ao Tribunal de Contas da União (TCU) a apuração da reserva de R$ 3 bilhões. Nas redes sociais, em referência ao Mensalão e Petrolão criaram o Bolsolão

Confira:

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›