Globo
A nova diretoria da Globo, após reformulação prevista para janeiro (Imagem: Divulgação / Globo)

A Globo comunicou nesta sexta-feira (8), por meio de nota oficial, a grande transformação pela qual o grupo passará em janeiro. Todas as empresas – TV aberta, Globosat, Som Livre, Globo.com, Globoplay e DGCorp – serão integradas em uma única companhia, chamada apenas Globo. A mudança compreenderá novos cargos, dividindo áreas de mercado e de conteúdo.

A nova estrutura é resultado do programa UmaSóGlobo, iniciado em setembro de 2018. De acordo com a nota, a iniciativa “alia tecnologia e dados a conteúdos de altíssima qualidade, permitindo ampliar a oferta de experiências ao público. Sem abrir mão de sua crença na força da TV, a empresa trabalha para ser também um dos maiores players de produtos e serviços digitais (D2C) do Brasil”.

A marca Globo como a conhecemos hoje, sinônimo de TV aberta, passa a dar nome a uma empresa nova, ampliada, integrada e orientada a novos desafios e oportunidades“, explicou Jorge Nóbrega, presidente executivo do grupo. “Nossa estratégia amplia a força da televisão, ao unir TV aberta e TV fechada às oportunidades digitais, com o consumidor no centro do negócio“, concluiu.

Em outras palavras, a nova estrutura “centralizará a criação e produção de conteúdos de forma separada dos canais e serviços, agrupará os negócios digitais em uma única área, concentrará as expertises corporativas em núcleos de competência para apoio a toda a empresa e buscará parcerias para explorar novos segmentos de negócio, relacionados a seus ecossistemas”.

Conforme adiantado pelo RD1, o organograma terá Paulo Marinho, neto de Roberto Marinho, à frente da TV Globo, da gestão de afiliadas e do portfólio de canais por assinatura. Carlos Henrique Schroeder vai estar à frente da Criação & Produção de Conteúdo para todas as plataformas, nas áreas de Entretenimento, Esporte e Jornalismo. Ali Kamel segue como diretor de Jornalismo.

Roberto Marinho Neto, antes no comando do Esporte, assumirá a liderança da Globo Ventures, respondendo por investimentos diretos dos acionistas em novos negócios. A área de Produtos & Serviços Digitais estará a cargo de Erick Brêtas, compreendendo Globoplay, G1, Globoesporte.com, Gshow, a home da Globo.com, o Cartola e novos produtos e serviços que continuarão a ser lançados.

Ainda, Soluções Integradas de Publicidade, com Eduardo Schaeffer; Aquisição de Direitos, de Pedro Garcia; Estratégia & Tecnologia, por Rossana Fontenele; Marca & Comunicação, com Sergio Valente; Finanças, Jurídico & Infraestrutura, de Manuel Belmar; Recursos Humanos, por Claudia Falcão; Relações Institucionais, com Paulo Tonet; Som Livre e Sistema Globo de Rádio, de Marcelo Soares; e Editora Globo, por Frederic Kachar.

Essa Globo, que nasce em janeiro, é uma empresa única, com dois corações, um no conteúdo diferenciado e o outro na tecnologia e nas oportunidades que ela traz“, conclui Jorge Nóbrega.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

EU QUERO