Humorista Marina Miranda morre, aos 90 anos, no Rio de Janeiro

Marina Miranda
Marina Miranda estava internada em estado grave e chegou a ficar desnutrida (Imagem: Reprodução / Record)

Conhecida pelo seu trabalho na Escolinha do Professor Raimundo, Marina Miranda morreu, nesta terça-feira (21), aos 90 anos. A confirmação da morte da atriz foi dada pelo Balanço Geral São Paulo, da Record.

A famosa estava internada em estado grave nos últimos dias. Segundo o site Notícias da TV, Sylvia Miranda, filha da atriz, revelou que a artista chegou ao hospital pesando apenas 40kg.

“Ela está com uma escara bem grande na terceira derme, uma infecção nessa escara, infecção urinária e infecção no pulmão. Ela já está com a sonda que precisava para se alimentar, pois está com 40 kg. Ela mede 1,73 m. Então, o estado dela é cadavérico“, relatou Sylvia, na ocasião.

“A assistente social chamou as minhas irmãs e falou na nossa cara: ‘ela está cadavérica. Nós não temos como tratá-la. Ela tem que ser removida’. Não me pergunte como [ela chegou nesse estado]. Eu não convivo com ela. Lutei muito para ficar com ela. Infelizmente, não consegui. Não vou brigar agora e não vou discutir sobre isso [com a família]”, completou a filha de Marina.

“Eu não moro com a minha mãe. Elas [as irmãs] que moram. Na sexta-feira, deu um apagão na minha mãe, minha irmã ficou apavorada e chamou a ambulância. Ela foi levada para Unidade de Pronto Atendimento de Copacabana. O apagão foi do Alzheimer: a pessoa entra num sono e não acorda. O coma dela não é induzido, nem por remédios. Ela simplesmente não acorda. Entrou numa depressão e não acorda”, lamentou.

Para quem não sabe, a artista de 90 anos estava internada no Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, no Rio de Janeiro. Com Alzheimer, o estado de Miranda já era considerado irreversível.

Como a ex-Escolinha do Professor Raimundo não tem plano de saúde, as irmãs, com quem Sylvia tem uma relação conturbada, permitiram que ela usasse as redes sociais para pedir ajuda. Ao verem a situação, Lucio Mauro Filho e Helio de La Peña prestaram solidariedade.

Sobre o apoio, a filha de Marina até afirmou: “Lucinho é como se fosse um irmão. Fomos criados juntos. Hélio também está envolvido nisso e ajudando. Ele mandou uma médica lá [no hospital]. Mas ela falou a mesma coisa: o estado é irreversível. Eu quebrei a minha crista e fui na internet falar. Acho que não é hora de orgulho ou de briga [de família]. Meu foco é minha mãe e o hospital particular”.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›