Ilha Record: Nanah perde a paciência com Pyong e acusa rival de coagir aliados

Ilha Record
Nanah perde a paciência com Pyong e acusa rival de coagir aliados do Ilha Record (Imagens: Reprodução – PlayPlus / Montagem – RD1)

A dinâmica de grupo mais recente do Ilha Record pediu que os exploradores classificassem o quinteto do Exílio com plaquinhas de “saudades”, “tanto faz” e “já foi tarde”, sem saber que inclusive estavam sendo observados. Nanah Damasceno aproveitou a deixa para detonar Pyong Lee em público.

Saiba tudo sobre o Ilha Record na cobertura do RD1

A cantora rasgou elogios para Dinei, Mirella, Lucas Selfie, MC Negão da BL e Claudinho Matos e disparou contra os aliados mais próximos de Pyong, que são Thomaz Costa e Antonela Avellaneda:

Gostaria que tivesse outros rostos aqui, porque eu ia falar ‘tanto faz’ e ‘foi tarde’ com gosto (…) Essas pessoas que foram embora são as pessoas mais humanas que eu conheci, diferente de coisas que eu vi hoje nessa casa, pessoas coagindo as outras por causa da dinâmica antiga. Isso aqui é um jogo, não deve mudar a essência de vocês”.

No depoimento privado, o ex-BBB captou que a indireta era para ele e ainda disparou uma alfinetada para os rivais: “Essa mensagem, com certeza, é para nós, da aliança mais forte, mais inteligentes, que fomos derrubando um por um”.

Já na frente dos participantes, Pyong Lee acusou a artista de estar tentando o queimar com os demais: “Eu não coagi ninguém, a pessoa pediu uma explicação, e eu expliquei algo. Se você quer usar isso para me sujar no jogo, tudo bem também”.

Aproveitando o momento de privacidade na cabine, Nanah Damasceno explicou o que fez ela pensar que o ilusionista estava coagindo os próprios aliados: “Valesca já tinha participado de uma dinâmica e seguiu o que ela achou no coração dela, e ele falando que ela não podia votar daquele jeito, usar a dinâmica daquele jeito”.

O ex-marido de Sammy Lee cutucou a artista por ter condenado Thomaz por ter votado em Dinei para o Desafio de Sobrevivência e depois fez o mesmo com ele, na mesma equipe.

Nanah se justificou: “Fiz isso porque eu tive informações de que você votaria em mim. Eu fiz por sobrevivência”. Mesmo assim, Pyong chamou a ilhada de hipócrita: “Você não teve informações, você ouviu boatos. Se você não sabe e você entendeu tudo errado, e [seus aliados] foram eliminados um por um e vai continuar sendo assim, problema seu. Se tivesse um jogo com placa de hipócrita, era para você”.

A paulista finalizou a discussão acalorada reafirmando a sua tese de que o famoso influencia os participantes a agirem do jeito que ele quer, citando outros exemplos:

Hoje, estávamos falando de dinâmica, eu passei, e você estava falando que a Valesca quase tinha colocado a Nadja na reta. Você sabia que ia ter dinâmica, você [vai] sentar com uma pessoa para tentar mostrar que ela precisa jogar pelo time, time esse que daqui a pouco você vai excluir todos eles. Você está usando cada um para contar votos ao seu favor. Não curti a forma que eu vi a Valesca porque eu tenho um carinho por ela, que é especial”.

Confira:

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›