Inês Brasil fala sobre dificuldade financeira e o medo de voltar à prostituição

Inês Brasil
Inês Brasil fala sobre dificuldade financeira e o medo de voltar à prostituição (Imagem: Reprodução / PlayPlus)

Inês Brasil voltou a reaparecer para os brasileiros numa participação especial na pré-estreia de A Fazenda 2021, além do sucesso inexplicável do hit Undererê, que só veio estourar depois de 5 anos de lançamento. Apesar de todo auge, a famosa confessou uma dificuldade financeira e até mesmo medo de voltar à prostituição.

Em entrevista ao jornal Extra, a cantora fez uma retrospectiva de seus minutos de fama, que começaram quando seu vídeo de inscrição para o BBB 13 acabou viralizando:

Eu já sou famosa há dez anos. Você não me conhecia? Estou acostumada a ter muita gente me apoiando e os famosos comigo sempre. Graças a Deus. Tem quem chegou agora e acha que eu sou dessa geração TikTok, mas não. Sou a Inês Brasil, ex-prostituta que vivia na Alemanha, vim ao Brasil, virei cantora, fui na Luciana Gimenez… E é como Jesus disse, ‘faça por onde que eu ajudarei’”.

Depois desse gostinho no reality show da Record, Inês afirmou que tem muita vontade de participar de um programa do gênero: “É meu sonho. E claro que aguentaria. Se eu te contasse o que já vivi… Se a vida no bordel, onde estive por dez anos, fosse fácil igual na casa do BBB, por exemplo, eu até voltaria para lá, porque seria uma paz”.

Em tempos de pandemia, os trabalhos ficaram escassos para a celebridade, que temeu o pior: “Por conta desse coronavírus, o trabalho ficou difícil para todo mundo. Pensei que teria que voltar para a prostituição”.

Inês Brasil contou que conseguiu dar a volta por cima com ajudas preciosas e até fez planos para sair da pindaíba: “Meus vizinhos, Seu Hugo e Fernando da Kombi, e minhas filhas me ajudaram com o pão de cada dia. E minha caçula está me ajudando com o TikTok. Já batemos 1 milhão de seguidores. Agora, vem aí o OnlyFans. E não vou parar de cantar”.

Sobre o OnlyFans, o site famoso por conteúdos mais explícitos, a personalidade da mídia adiantou o que os inscritos podem esperar: “Vai ser aquela sensualidade que eu gosto [risos]. Pode vir todo mundo que é mais de 18 anos. Vou mostrar lá o que me tornou a mulher número 1 do bordel na Alemanha. Ou melhor, quase tudo, porque o site não é pornô”.

Por fim, Inês revelou que pretende fazer uma festa com uma parcela especial de seu público, ao fim desse alastramento da Covid-19: “Sou muito grata a comunidade LGBTQIAP+, que sempre me abraçou. Graças a eles, saí da prostituição. Hoje, transo com quem gosto, não mais por dinheiro. Não vejo a hora de fazer um festão com meus fãs. O mundo vai ser salvo dessa pandemia, em nome de Jesus”.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›