Ivete Sangalo abre o jogo ao falar da chegada dos 50 anos e marido rasga elogios

Ivete Sangalo
Ivete Sangalo contou o que acha da nova idade (Imagem: Reprodução / YouTube)

Ivete Sangalo abriu o jogo ao falar sobre a chegada dos 50 anos, no próximo dia 27 de maio. Durante um bate-papo com o marido Daniel Cady, no canal dele no YouTube, a cantora desabafou:

publicidade

“Minha energia física e emocional determinam tudo o que sou. O que eu quero? Quero ter essa energia. Quero que as pessoas quando me assistem no show, digam assim: ‘Rapaz, essa mulher…’.’ Inclusive, já tiveram vários momentos em que as pessoas duvidaram”.

“Poucas pessoas, em momentos muito pontuais, duvidaram da minha energia física. Será que ela tinha relação com alguma droga? Será que toma coisas para entrar no palco? E, na verdade, meu movimento é uma coleção de hábitos que geram essa energia que eu acho sensacional“, disse.

publicidade

Veja Também

“E também da minha relação com meus filhos, da minha paciência (…) Eu acho que quando você vai se nutrindo, se cuidando, você tem mais para dar para você, para quem você ama…”, comentou ainda.

Daniel, por sua vez, rasgou elogios à companheira: “Essa gatíssima está fazendo 50 anos esse ano. Não é porque é minha mulher, mas ela tem uma disciplina, uma força de vontade, um equilíbrio. Isso vai levar a ter saúde, mas ela tem o jeito dela de enfrentar as coisas, de ser quem ela é. E tem também, essa coisa belíssima, a pele, a musculatura…“.

Ivete Sangalo faz revelação sobre corpo e alimentação

A famosa também falou sobre a relação que tem com seu corpo e aceitação com a passagem do tempo. “As pessoas falam: ‘Ivete, quero ficar com as suas pernas!’. Minhas pernas sempre foram lindas, mas estão flácidas. Porque não tem como. Para o que elas eram… Não tem problema”, disse.

“A tendência é que minhas pernas não tenham o mesmo tônus que tinham dez anos atrás (…) Mas o mais importante é que, com tônus ou sem tônus, há relação com a atividade física, com o trabalho, com a vontade de ter energia, de ser a minha melhor versão”, completou.

publicidade

Sobre alimentação, Ivete explicou que a família vem de oriente humilde e, com isso, atrelou à comida uma carga de que era preciso comer o máximo que pudesse:

“Meu pai se casou com a minha mãe. Eram duas pessoas sem recursos, pobres. Eram duas figuras de muita força, inteligentes, hábeis, mas tinham uma origem muito humilde. E meu pai não tinha comida para comer na casa dele”.

“Eram 11 filhos ao todo, na casa do pai. E da minha mãe eram 13 filhos. E o pai dele veio da Espanha para cá, fugido. E quando eles tinham a infância, a adolescência, existia a privação”, justificou.

publicidade

Veja:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Guinho SantosGuinho Santos
Guinho Santos é formado em Jornalismo e escreve sobre o universo das celebridades há dez anos. Reality show, bastidores da TV e novelas também são seus pontos fortes. Além disso, possui experiência como Social Media e apresentador. Seu canal na web é através do Instagram @guinhosantos__.