Jão e Ludmilla tomam atitude contra homofobia de cantora gospel

Ludmilla
Jão e Ludmilla detonam cantora gospel Bruna Karla após fala polêmica (Imagem: Reprodução – Instagram – Globo / Montagem – RD1)

A cantora gospel Bruna Karla está dando o que falar por causa de um posicionamento contra o casamento gay e virou alvo de famosos. Jão e Ludmilla, por exemplo, usaram seus perfis no Twitter, nesta quinta-feira (16), para detonar a outra artista.

“Esse é o tipo de discurso que me embrulha o estômago e me deixa revoltada. Pessoas como ela, que se dizem ‘porta-vozes’ de Deus, descartam e fazem mal à pessoas o tempo inteiro pelo simples fato de elas serem quem elas são!”, comentou a funkeira.

Ludmilla, cabe lembrar, é casada com Brunna Gonçalves e sempre fala abertamente sobre o seu relacionamento homossexual.

Veja Também

Jão, por sua vez, declarou que “o discurso dessa cantora gospel em um podcast é muito criminoso. não dá pra ficar no ‘ah, é só ignorar, é a religião dela…’, porque essa fala enlouquece e mata muita gente que começa a se odiar. É uma homofobia escancarada e deveria ser passível de processo”.

Durante uma entrevista à atriz Karina Bacchi, Bruna afirmou que só iria ao casamento de um amigo gay caso ele “estivesse se casando com uma mulher”.

“Teve um amigo que me perguntou: ‘Bruna, quando eu me casar você vai no meu casamento?’ e eu olhei para ele, fui bem sincera disse: ‘Ah, quando você se casar com uma mulher linda e cheia do poder de Deus, eu vou sim’… Estou falando de um amigo, homossexual, que a gente tem essa liberdade, e eu falei que o dia que aceitar cantar em um casamento com outro homem, posso parar de cantar sobre a bíblia e sobre Jesus”, declarou.

Cantora gospel se posiciona contra “igrejas LGBT”

Ainda na conversa, Bruna Karla se posicionou contra a teologia inclusiva: “Eu sou completamente contra essas igrejas. Me perguntaram um dia se eu iria cantar, eu falei ‘não vou, não canto, não vou compactuar com algo que está completamente fora dos princípios’. O que o Senhor tem para cada um de nós é uma vida transformada”.

Karina Bacchi comentou, em seguida, que a mensagem de abandono do erro não é algo que o Evangelho reserve aos não-crentes, mas sim um lembrete constante que os próprios cristãos precisam consultar em todos os momentos:

“Não são só essas pessoas que precisam ser confrontadas, todos nós precisamos nos confrontar, confrontar nossas vontades, nossos hábitos, a nossa carne, todos os dias. Todos nós temos lutas, só que enquanto a gente não abrir mão dessas nossas próprias vontades, a gente não vai viver o melhor que está por vir”.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›