Jéssica Ellen celebra sucesso no The Masked Singer e fala sobre carreira na música

Jéssica Ellen
Jéssica Ellen chegou na final do The Masked Singer (Imagem: Reprodução / Instagram)

Sucesso como a Gata Espelhada do The Masked Singer, Jéssica Ellen possui contato com a música desde muito antes disso. A artista, que já tem álbuns lançados, contou, em conversa com o jornal O Dia, sobre como surgiu o convite para participar do programa da Globo.

O convite para o The Masked Singer chegou no finalzinho de julho e eu achei ótimo, justamente por ser uma coisa lúdica, por ser diferente de tudo que já fiz na TV e pela possibilidade de as pessoas conhecerem mais a minha voz“, explicou.

“O desenvolvimento musical e minha relação com a música já vem de muito antes. Já vem sendo trabalhado desde 2018. A participação no programa serviu para que as pessoas conhecerem mais o meu trabalho”, completou.

A atriz, que foi até a final da competição, afirmou: “Não sabia que poderia ir tão longe, minha participação foi meio difícil. A Gata Espelhada foi escolhida pouquíssimas vezes pela plateia, então foi super emocionante toda a minha trajetória”.

Sobre as apresentações usando o figurino, Jéssica contou: “Era muito difícil chegar com aquela fantasia. Ela não era pesada, mas era muito limitadora. Os espelhos eram de verdade, então eu não conseguia fazer muitos movimentos, era desconfortável”.

“O focinho da gatinha era bem próximo do meu rosto, eu não conseguia respirar muito bem. O desconforto era mais no físico. Mas quando você entra no palco, alguma mágica acontece. Vem a música, a coreografia, os bailarinos e a gente abstrai um pouco”, recordou.

Jéssica ainda revelou sua estratégia para enganar os jurados. “Na escolha do repertório, eu priorizei músicas que eu não estava acostumada a cantar, como música pop e canções em inglês, justamente para despistar a possibilidade das pessoas que conhecem a minha voz, evitar que a reconhecessem. A brincadeira do programa era confundir as pessoas e fazer com que demorassem a chegar no seu nome“, disse a famosa, que chamou a atenção recentemente no papel de Camila, em Amor de Mãe.

“Eu nunca tinha feito uma novela das nove. Fiquei muito insegura no início porque o público é diferente, é maior e mais diverso. Eu fiquei assustada, mas depois que a novela foi indo bem, tive um retorno muito positivo das pessoas“, declarou.

“A gente teve que inaugurar uma novela pausada, sendo reduzida e depois voltando. Como era uma novela realista, a Manuela (Dias, autora) junto com a direção escolheu abordar o tema do coronavírus na trama. Foi uma experiência desafiadora”, completou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›