JN acaba com Marcelo Crivella e dedica 18 minutos sobre a prisão do prefeito do Rio

JN
JN dedica tempo raro sobre prisão de Marcelo Crivella (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

O JN dedicou preciosos 18 minutos da sua edição na última terça-feira (22), para a cobertura da prisão do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos-RJ), que assim como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), se tornou um dos principais rivais do jornalismo da emissora.

Flávio Fachel e Ana Paula Araújo comandaram o jornal que destacou ao longo dos quase 20 minutos de reportagem, a prisão do sobrinho do bispo Edir Macedo, dono da Igreja Universal e da Record, a apenas nove dias do fim do seu mandato na prefeitura da capital carioca.

Além do escândalo que acordou o Rio ontem, a Globo recordou outros como os “Guardiões do Crivella” e o “Fala com a Márcia”. Ontem, ele foi encarcerado após uma operação da Polícia Civil com o Ministério Público.

O MP acusa Crivella de ser líder de uma organização criminosa, chamada de QG da Corrupção, dentro da prefeitura do RJ. Segundo a investigação, o operador do esquema de corrupção era o empresário Rafael Alves, que também foi preso.

O canal líder de audiência exibiu ao público a única fala do político durante a sua prisão, dentro da Cidade da Polícia. “Perseguição política. Lutei contra o pedágio ilegal e injusto, tirei recursos do carnaval, negociei o VLT. Fui o governo que mais atuou contra a corrupção no Rio de Janeiro”, afirmou.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›