Joana Prado provoca debate entre fãs ao postar vídeo reclamando de banheiro unissex

Joana Prado
Joana Prado não gostou de banheiro unissex em local público (Imagem: Reprodução / Instagram)

Joana Prado chamou a atenção no Instagram ao iniciar um debate sobre um sanitário público que foi. Por vídeo, a empresária contou que ficou com medo ao ver que o banheiro era unissex, ou seja, homens e mulheres podem ter acesso.

“Eu vim aqui num estabelecimento comercial, com a minha pequenininha, e cheguei aqui no banheiro e é de homem e de mulher, até aí tudo bem”, iniciou Joana, antes de entrar no sanitário.

“Eu entro aqui no banheiro com a minha filha, enquanto tem um homem aqui do lado? Dá medo, né? O que vocês acham disso?”, completou a famosa, que mostrou uma cabine do lado da outra.

Nos comentários, muitos pontuaram uma possível insegurança com a medida, já que esse pode ser um cenário fácil para casos de assédio. “Inseguro e desconfortável“, disse uma internauta. “Perigoso isso nos dias de hoje“, afirmou outra.

No entanto, várias pessoas levaram a postagem para uma discussão de gêneros. “Inversão de valores”, apontou uma seguidora. “O presidente luta contra isso desde que entrou, os governadores impõe isso na sociedade a todo custo, é uma luta árdua que não se mobilizarmos vai virar terra de ninguém esse Brasil, hoje e esse banheiro, amanhã vai ser na escola, já temos livros com ideologia de gênero. Só sei que isso não existe“, disparou mais uma.

Vitor Belfort, esposo de Joana Prado, mostrou sua revolta: “Isso é uma desgraça. Eu confesso que eu não vou mais nesse lugar. Amor, isso é o diabo puro. Vamos proteger”.

Um defensor da causa ainda esclareceu: “Em geral pessoas como você não entendem mesmo, pq não entendem que outras pessoas possam se sentir mas confortáveis em ambientes neutros! Não concordo que seja junto, porque acho perigoso, já que temos homens que são mais bichos selvagens do que outra coisa, porque não sabem conter suas vontades… e abusam de mulheres e crianças. Mas ter um ambiente neutro e INDIVIDUAL acho que seria importante pra quem sente necessidade… Quando a gente olha além do próprio umbigo, facilita! Mas enfim sempre o discurso ‘cristão’ que Deus deve se envergonhar de escutar, porque não foi isso que ele pregou!”.

Carol Bittencourt
Caroline Bittencourt é jornalista, pós-graduada em Comunicação e Design Digital. Atua como redatora e produtora de conteúdo para redes sociais.
Veja mais ›