Joelma revela retorno da Calypso, nega voltar com o ex e irrita Ximbinha

Joelma
Joelma quer voltar com os shows usando o nome da Calypso (Imagem: Reprodução / Instagram)

Conhecida a partir do sucesso da banda Calypso, Joelma irritou Ximbinha ao revelar que pretende voltar a fazer shows usando o nome do grupo.

Para que não lembra, desde que os dois se separaram, em 2015, a marca, que foi criada por eles em 1999, não é usada, e segue em briga judicial. Sendo assim, segundo o jornal Extra, até que o caso seja solucionado, nenhum dos dois podem retornar com o grupo.

Em uma live no Instagram, a cantora afirmou: “Tem muita coisa por vir (…). Ano que vem a gente está com a turnê Isso é Calypso, e a banda Isso é Calypso vai voltar”.

Na sequência, quando questionada pelos fãs sobre uma possível reconciliação com Ximbinha, Joelma foi direta: “Voltar com o ex? Prefiro a morte!. Voltar com a minha banda. Esse projeto é cem por cento meu”.

Após a declaração ex-esposa, Ximbinha se pronunciou. Em nota, a assessoria do guitarrista afirmou que, “por determinação judicial, a marca somente pode ser usada se estiverem os dois sócios juntos. Desta forma, a Banda só poderia retornar na sua formação original, e não apenas por um dos artistas”.

No entanto, a cantora explicou que pretende usar o nome “Isso é Calypso”, e não Banda Calypso”.

Cabe ressaltar que os músicos se separaram de forma polêmica. Após anos de união, eles terminaram o casamento com rumores de traição por parte do guitarrista. De acordo com Joelma, durante a relação, ela foi agredida pelo ex-parceiro de palco.

Durante uma participação no canal de Sabrina Sato no YouTube, a cantora lembrou da primeira agressão cometida por Ximbinha: “Logo no início (do casamento), eu lembro que comprei uma arma de choque. Ele quase me jogou lá de cima”.

“Ele tinha problemas sérios e eu andava com ela na minha bolsa. Quando me separei dele, ele veio tentar me agredir novamente. Meu filho se meteu e não deixou”, desabafou.

A famosa também disse que, além da violência doméstica, precisou lidar com as traições do então companheiro: “Você perdoa uma vez, depois acontece de novo e você fica mal”.

“Pode acontecer com qualquer mulher, mas você não pode aceitar. Eu lutei muito por causa dos meus filhos. A gente tem uma esperança que a pessoa mude, cresça. Quando você percebe que ela não melhora, chega a hora de tomar uma decisão e lutar. Se você não fizer isso, você vai sofrer o resto da sua vida”, afirmou ela.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›