Jornal da Record detona Paulo Guedes à frente do Ministério da Economia

Jornal da Record
Celso Freitas inicia reportagem contra o ministro Paulo Guedes no Jornal da Record desta quinta-feira, 26 (Imagem: Reprodução – Record / Montagem – RD1)

O ministro Paulo Guedes foi alvo de uma matéria extensa no Jornal da Record sobre o seu trabalho à frente do Ministério da Economia. A Record dedicou mais de 4 minutos da edição do seu principal telejornal para dar um choque de realidade em seu público.

“A inflação, desemprego, câmbio nas alturas. A gestão do ministro Paulo Guedes à frente do Ministério da Economia é cada vez mais criticada pelos especialistas”. Foi com essa introdução que o âncora Celso Freitas deu início ao maio ataque da Record ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O JR ouviu especialistas que criticaram arduamente a maneira como o ministro conduz a crise econômica. Eles disseram que as últimas declarações de Guedes agravaram ainda mais a situação.

Na última quinta-feira (26), Paulo Guedes falou sobre a taxa extra em razão da crise hídrica. “Não adianta ficar sentado chorando”, disparou. “Qual o problema da energia ficar um pouco mais cara?”, indagou.

“Na contramão dessa realidade [a crise], o ministro manifesta uma posição fora do comum para o cargo que ocupa no governo”, detonou o telejornal, que lembrou uma das frases mais polêmicas do ministro. Em 2020, ele criticou empregadas domésticas fazendo viagens internacionais.

O Jornal da Record foi além e indiretamente elogiou o governo do ex-presidente Lula (PT): “O ministro se referia ao início da década passada, período em que o real tinha força diante do dólar, e muitas família puderam ir ao exterior”.

Confira a repercussão na web:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›