Jornal Nacional corrige Bolsonaro sobre uso de máscara após nova aglomeração

Jornal Nacional - Bolsonaro
Edição do Jornal Nacional corrige Bolsonaro sobre uso de máscara (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem)

O Jornal Nacional deste sábado (26) fez uma “leve” correção envolvendo o desserviço do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em relação ao uso obrigatório de máscaras contra a Covid-19. Durante a semana, o representante do Brasil chegou a tirar a proteção facial do rosto de uma criança e chegou a se irritar ao ser questionado sobre o equipamento.

O telejornal falou sobre o evento realizado pelo presidente em Santa Catarina, com centenas de motociclistas, sem máscara e causando aglomerações no local. Logo na sequência, foi exibida uma reportagem que abordava um estudo sobre a eficácia da máscara no combate a proliferação do vírus.

O presidente Jair Bolsonaro esteve hoje (26) no oeste de Santa Catarina, onde fez um passeio de moto com apoiadores. O ato, organizado por um movimento independente de motociclistas, partiu de Chapecó com direção a Xanxerê. O presidente estava sem máscara“, leu o âncora Hélter Duarte.

O presidente participou da reinauguração de uma agência da Caixa e provocou aglomeração. Cumprimentou apoiadores e policiais, que também não usavam máscaras. De volta a Chapecó, o presidente criticou a CPI da Covid e agradeceu a presença das pessoas”, disse o jornalista. Quando a câmera voltou para o estúdio, a âncora Mariana Gross chamou a reportagem para corrigir o desserviço do presidente da República, mas sem citá-lo.

Um novo estudo internacional comprova que o uso de máscara reduz muito a possibilidade da transmissão do coronavírus, o causador da Covid-19“, falou.

Cabe lembrar que na semana passada Bolsonaro defendeu o uso facultativo da máscara, ante de retirá-la para iniciar uma série de ataques aos profissionais da imprensa.

“Eu chego como eu quiser onde eu quiser, está certo? Eu cuido da minha vida. Se você não quiser usar máscara, você não use”, disse. “Estou sem máscara em Guaratinguetá. Está feliz agora?”, perguntou assim que retirou o objeto do rosto.

Perguntado inicialmente sobre a multa aplicada a ele pelo governo paulista pelo comparecimento a um passeio com motociclistas, dia 12 de junho, o presidente se irritou e pediu que fizessem “perguntas decentes”. Após outra indagação, sobre Santas Casas, Bolsonaro insultou uma profissional, da TV Vanguarda, afiliada da Globo.

Cale a boca, vocês são uns canalhas. Vocês fazem um jornalismo canalha, que não ajuda em nada. Vocês destroem a família brasileira, destroem a religião brasileira, vocês não prestam”, disse à jornalista após questionar de qual veículo ela era.

Elson Barbosa
Jornalista, encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @ellsonbarbosa
Veja mais ›